Casa 1923, de Faro, ganha Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

Foi um dos dez projetos premiados

Foto: Site Casa 1923

A Casa 1923, em Faro, foi esta quarta-feira distinguida com um Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2024, na categoria “inferior a 1.000 metros quadrados”, na cerimónia de entrega destes galardões, que decorreu na Casa da Arquitetura, em Matosinhos, na quarta-feira à noite.

A obra de reabilitação do edifício de Faro foi uma das dez intervenções distinguidas na edição deste ano dos prémios organizados pela publicação “Vida Imobiliária” – as demais situam-se no Funchal, em Lisboa, em Ponta Delgada e no Porto.

Em 2024, concorreram a este galardão 80 intervenções de reabilitação urbana, de 23 concelhos de norte a sul do país, continente e ilhas.

A empreitada de construção e instalação do Funicular da Graça foi distinguida na categoria “Cidade de Lisboa”.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Lisboa, através do vice-presidente Filipe Anacoreta Correia, considera que a distinção “é o reconhecimento de um projeto fantástico, que reflete, entre outras coisas, a aspiração da cidade em vencer os obstáculos e desafios das suas colinas”.

Inaugurado no passado dia 12 de março, o Funicular da Graça já transportou mais de 95 mil passageiros, em mais de dez mil viagens, segundo dados da autarquia.

A capital arrecadou mais duas distinções, para o Palácio Silva Amado, na categoria “Residencial”, e para a A’Tower, na área de “Sustentabilidade”.

A categoria “Cidade do Porto” foi atribuída à reabilitação da Escola Secundária Alexandre Herculano, que também venceu na categoria de “Impacto social”.

O Porto recebeu ainda outros dois prémios, para o tabuleiro inferior da Ponte Luiz I, sobre o rio Douro, na categoria de “Reabilitação estrutural”, e para o Palácio de Cedofeita – Reabilitação da Casa Honório de Lima, na categoria de “Restauro”.

Para as ilhas foram as distinções nas categorias “Turístico”, para o Hotel Vila Galé Collection, em São Miguel, Ponta Delgada, Açores, e “Comercial e Serviços”, para a Caixa Geral de Depósitos – Funchal Sé, no Funchal, Madeira.

Segundo a mesma informação, o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana – Mestres da Construção, que conta com o apoio e curadoria do arquiteto Eduardo Souto de Moura e que distingue profissionais que se destacam na execução da sua arte e ofício, foi atribuído este ano à empresa de estuques e ornamentações de Viana do Castelo Nestor&Nestor.

 

 



Comentários

pub