Banco Alimentar recolheu 1.755 toneladas de alimentos no fim de semana

Os resultados representam «um acréscimo em relação ao valor da campanha homóloga do ano passado»

Foto: Cátia Rodrigues | Sul Informação (arquivo)

A campanha do Banco Alimentar contra a Fome recolheu este fim de semana 1.755 toneladas de alimentos em mais de 2.000 superfícies comerciais do país, avançou hoje a instituição de solidariedade social.

Os resultados da recolha representam «um acréscimo em relação ao valor da campanha homóloga do ano passado, num fim de semana marcado pela coincidência com diversas atividades, como a final da Taça de Futebol, concertos, queima das fitas, confirmando assim quer a solidariedade dos portugueses, quer a confiança renovada nos bancos alimentares contra a fome», lê-se num comunicado da entidade.

«Em tempos de grande ansiedade e alguma incerteza como os que vivemos, enche-nos o coração verificar que se mantêm firmes e inalterados nos portugueses valores tão essenciais como os da solidariedade, da participação cívica ativa», afirmou a presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome (FPBACF) Isabel Jonet, citada pelo comunicado.

Os alimentos recolhidos vão ser distribuídos em «mais de 2.400 instituições de solidariedade social, que os entregam a cerca de 360 mil pessoas com carências alimentares comprovadas», lê-se ainda na nota.

Além desta campanha presencial, que contou com a participação de cerca de 40 mil voluntários, vai ainda ser possível contribuir, até 2 de Junho, através de vales disponíveis nos supermercados ou na plataforma eletrónica disponível em www.alimentestaideia.pt.

No ano passado, os 21 bancos alimentares contra a fome operacionais distribuíram 25,75 mil toneladas de alimentos, num valor global estimado superior a 39,4 milhões de euros.

 



Comentários

pub