Algarvio Luís Costa fica em sexto na prova de fundo em Maniago

Um dia depois de ser o sexto classificado no contrarrelógio

O algarvio Luís Costa foi hoje o sexto classificado na prova de fundo para a classe H5 da etapa da Taça do Mundo de Paraciclismo, que decorre em Maniago.

Um dia depois de ser o sexto classificado no contrarrelógio, Luís Costa repetiu a classificação na prova de fundo. A corrida de 62,4 quilómetros foi dominada pelo grande favorito, o neerlandês Mitch Valize, que se isolou e venceu com à-vontade.

Mitch Valize cortou a meta com 16 segundos de vantagem sobre o francês Loic Vergnaud. Qiangli Liu ganhou a luta pela medalha de bronze, gastando mais 1m45s do que o vencedor.

Luís Costa esteve na batalha pela quinta posição, com Krzysztof Plewa, acabando no sexto posto, a 2m42s do primeiro.

A competir na classe H4, Flávio Pacheco não conseguiu concluir os 62,4 quilómetros. Estava a rodar na 12.ª posição, quando partiu a mudança da handbike, acabando por desistir. Na mesma prova, Carlos Neves correu como individual, sendo o 23.º classificado, a uma volta do vencedor, o neerlandês Jetze Plat.

O pódio completou-se com o francês Joseph Fritsch, que discutiu a corrida ao sprint o vencedor, e com o belga Jonas van de Steene, que ficou a 1m19s.

A etapa da Maniago da Taça do Mundo termina este domingo.

Telmo Pinão parte às 7h45 para a prova de fundo de classe C2, que terá 70,2 quilómetros. Correndo a título individual e não pela Seleção, Jorge Pina alinha às 12h45 na prova de fundo de classe B e Miguel Pacheco arranca às 15h15 para a prova de fundo de classe C5.

 



Comentários

pub