Proteção Civil de Albufeira vai formar alunos em “Suporte Básico de Vida”

Projeto Heróis da Proteção Civil foi distinguido em 2021, com Menção Honrosa no Prémio de Reconhecimento de Boas Práticas Locais em Matéria de Promoção da Resiliência

Cerca de três mil alunos do concelho de Albufeira recebem anualmente formação e ações de sensibilização em torno de temas referentes à proteção civil. Algumas dessas ações inserem-se no projeto “Heróis da Proteção Civil”, distinguido no âmbito do Prémio de Reconhecimento de Boas Práticas Locais em Matéria de Promoção da Resiliência.

Entretanto, a autarquia prevê formar os jovens do ensino secundário em Suporte Básico de Vida (SBV), no sentido de adquirirem competências básicas necessárias ao socorro pré-hospitalar.

O projeto Heróis da Proteção Civil tem como principal objetivo sensibilizar os mais jovens para a adoção de comportamentos preventivos face aos diversos riscos, saber como atuar e como adquirir hábitos de segurança. Pretende-se ensinar os mais novos a elaborar um Plano Familiar de Emergência, um Kit de Emergência e Kit de Emergência Animal, entre outros.

Dinamizadas de acordo com as diversas faixas etárias, estas ações desenvolvem-se em torno de dois grandes projetos: “Os Heróis da Proteção Civil” (abordagem à Covid-19, Fenómenos Naturais, Segurança na Rua e Incêndios) e “Nós e os Riscos” com os subtemas Riscos Naturais – Seca, Cheias/Inundações, Tornados, Trovoadas, Vagas de Frio, Ondas de calor, Incêndios Rurais e Sismos/Tsunamis – e Riscos Tecnológicos – Incêndios Urbanos, Acidentes Industriais e Transporte de Matérias Perigosas.

 

 

A par destes projetos, o Serviço Municipal de Proteção Civil de Albufeira desenvolve ainda, ao longo do ano letivo e em articulação com outros agentes de Proteção Civil presentes no concelho, as seguintes ações: “A Importância do Cidadão na Proteção Civil”, “O Primeiro Socorrista”, “Aprender a Salvar” e “Suporte Básico de Vida”.

“É do entendimento de todos que as nossas crianças e jovens podem ser fundamentais e grandes agentes de mudança, não só pela aquisição de competências, mas como transmissores da informação aos seus pares e familiares, contribuindo assim para uma cultura de prevenção”, refere o presidente da Câmara José Carlos Rolo.

Além das ações dinamizadas nas escolas, o Serviço Municipal de Proteção Civil também participa, pontualmente e sempre que solicitado para o efeito, em ações de sensibilização em empresas e instituições.

Segundo a vereadora responsável pelo pelouro, Cláudia Guedelha, em breve haverá novidades no que toca às ações de formação e de sensibilização: “pretende-se iniciar em breve o processo de formação/sensibilização para todos os alunos do ensino secundário em Suporte Básico de Vida (SBV), que visará a aquisição de competências básicas necessárias ao socorro pré-hospitalar, enquanto ato de responsabilidade social e de consciência cívica”.

 



Comentários

pub