Faro atribui 16 bolsas de estudo a alunos do concelho

Um investimento da autarquia de 45.120 euros

A Câmara Municipal de Faro aprovou a atribuição de 16 bolsas de estudo aos alunos do concelho admitidos pelo júri do concurso na passada reunião, que decorreu a 16 de Dezembro.

As bolsas servem para o presente ano letivo, 2022/2023, e permitirão aos alunos continuar com a sua formação académica, independentemente da sua condição económico-financeira, o que corresponde a um investimento da autarquia de 45.120 euros.

As bolsas destinam-se aos alunos que frequentam o ensino secundário e superior, residentes no concelho há mais de cinco anos e que carecem de meios próprios para prosseguirem estudos.

«Consciente de que o investimento na formação contribui para um maior desenvolvimento social, económico e cultural da sociedade, a autarquia atribui, assim, aos estudantes, um apoio pecuniário que será concedido em prestações mensais, num total de dez mensalidades, correspondentes a 2/5 do salário mínimo nacional», refere a Câmara Municipal.

Em conformidade com os critérios base de avaliação – menor rendimento per capita do agregado familiar, maior número de irmãos estudantes e melhor aproveitamento escolar – foram atribuídas bolsas, no ensino secundário, a quatro candidatos do 10.º ano, dois do 11.º ano e dois candidatos do 12.º ano.

No ensino superior, irão receber bolsas seis alunos do 1.º ano, um aluno do 2.º ano e um aluno do 5.º ano.



Comentários

pub