Este é um festival «para quem tem FOMe de cultura»

Festival terá lugar de 4 a 25 de Setembro em seis municípios algarvios

O FOMe – Festival de Objectos e Marionetas & Outros Comeres está de volta numa edição «só nacional», de 4 a 25 de Setembro, que vai receber «cerca de 60 espetáculos de 18 companhias portuguesas, oficinas, workshops, um documentário e um concerto com catos». A iniciativa vai acontecer por Albufeira, Faro, Loulé, Olhão, São Brás de Alportel e Tavira, e é «para quem tem FOMe de cultura».

Depois de um ano sem festival, devido à pandemia de Covid-19, o FOMe regressa num formato diferente dos anos anteriores: «tivemos de adiar a vinda de companhias internacionais e convidar mais portuguesas», começa por dizer Jeannine Trévidic, diretora artística do evento, em entrevista ao Sul Informação.

«A edição deste ano vai reunir o que de melhor se faz a nível nacional na área do teatro de marionetas e não só, prometendo proporcionar bons momentos a todos», acrescenta.

Organizado numa parceria entre a ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve, responsável pela programação, e os vários municípios algarvios, o FOMe vai apresentar «uma mostra do trabalho de companhias de marionetas portuguesas», mas também «englobará todas as outras linguagens, como o clown ou o teatro físico», salienta Jeannine Trévidic.

 

“Teatro de Robertos”

 

Na programação deste ano do festival «há um especial destaque para duas iniciativas, que se sobressaem das restantes»: uma «por mostrar bonecos tradicionais portugueses» e a outra «por usar catos num especial concerto de encerramento», realça a diretora artística.

O primeiro destaque terá lugar em Loulé no dia 12 de Setembro, domingo, às 10h30. A peça “Teatro de Robertos” «traz o teatro tradicional português ao som de piano», naquilo que será «um improviso entre a música e a manipulação de marionetas».

A iniciativa será levada a palco pela companhia Teatro e Marionetas de Mandrágora, de Espinho.

O outro será o encerramento do FOMe em que, após o workshop “Cactus Workestra”, ministrado pelo artista João Ricardo de Barros Oliveira, os participantes “explorarão” as sonoridades de catos que servirão de instrumento para um concerto especial.

O espetáculo terá lugar no dia 25 de Setembro, às 21h00, no Teatro Lethes, em Faro, num concerto em que serão ouvidos «sons com tons tão estranhos aos nossos ouvidos como estranhamente familiares».

 

Jeannine Trévidic – diretora artística do FOMe

 

E porque «este festival é também de “Outros Comeres”», este ano a organização «irá juntar experiências gastronómicas» ao longo do evento com uma «exposição especialmente feita para o FOMe».

Depois de em 2019 ter estado patente no Museu Municipal de Faro, a Exposição de Marionetas de Jorge Cerqueira poderá ser visitada a partir deste sábado, 4 de Setembro, e até 15 de Janeiro de 2022, no Museu do Traje, em São Brás de Alportel.

Quem visitar a exposição, poderá encontrar «marionetas do universo da gastronomia, sendo elas de pessoas com história na cozinha, de criadores, mas também de apreciadores», realça a diretora artística do festival.

Nos dias 15 e 22 de Setembro, às 18h00, a exposição poderá ser acompanhada de experiências gastronómicas, inspiradas nas marionetas, num menu de degustação preparado pela Petisqueira 3 em Pipa, de Faro. Apenas é necessário fazer a sua reserva para o e-mail geral@museu-sbras.com.

 

“Ares de Mesa” terá lugar no Museu do Traje, em São Brás de Alportel

 

Entre os cerca de 60 espetáculos, o Festival FOMe apresentará a peça “As minhas mais… marionetas”, da Trulé (Évora), no dia 11 de Setembro em Olhão (às 11h00) e em Loulé (às 18h30), no dia 12 em Tavira (às 11h00) e em Faro (18h30), no dia 17 em Albufeira (21h00) e no dia 18 em São Brás de Alportel (10h30).

Também a peça “Confiando (Confinado)”, da Fio d’Azeite – Marionetas Chão de Oliva, vai subir ao palco do Teatro Lethes no dia 11 de Setembro (às 21h00) e no dia 12 (às 16h00).

Na programação há também espaço para as oficinas de construção de marionetas, em que o resultado final será um boneco feito a partir de poliuretano e tecidos.

As oficinas terão lugar em Tavira e Olhão, no dia 11 de Setembro, no dia 12 em Loulé, no dia 18 em Albufeira e no dia 19 em São Brás de Alportel.

Oficinas de Marionetas

 

Quanto às expectativas, a diretora artística do evento espera que «as pessoas estejam com muitas saudades, pois este é um festival para quem tem FOMe de cultura».

Depois da interrupção do ano passado, o desejo é que «venham ver o trabalho das nossas companhias de teatro de marionetas e todas as outras iniciativas», conclui.

Todos os espetáculos do festival são gratuitos. No entanto, os espetáculos necessitam de reserva, podendo consultar todas as informações no Facebook do festival.

 

Veja aqui a programação completa do FOMe.

 

 



Comentários

pub