Pais que têm de ficar com filhos devido às aulas suspensas podem pedir declaração

A decisão de suspender as aulas presenciais para o 1º e 2º ciclos nestes cinco municípios algarvios foi conhecida no final deste domingo e teve em conta a situação epidemiológica

Os encarregados de educação que tenham filhos abrangidos pela suspensão das aulas presenciais do 1º e 2º ciclos, em Albufeira, Faro, Loulé, Olhão e São Brás de Alportel, e que tenham de ficar a acompanhar os filhos, podem pedir o equivalente a uma declaração de isolamento à Autoridade de Saúde Regional. 

Esta declaração pode ser pedida, enviando um e-mail para secretariasp-far@arsalgarve.min-saude.pt

No pedido deve ser referido o concelho e a escola, o nome do aluno e número de utente SNS do aluno, e o nome do pai/mãe que precisa ficar com o aluno, número de utente SNS e da Segurança Social (imprescindível).

A decisão de suspender as aulas presenciais para o 1º e 2º ciclos nestes cinco municípios algarvios foi conhecida no final deste domingo e teve em conta a situação epidemiológica.

Em declarações aos jornalistas a delegada regional de Saúde do Algarve disse que o estado da pandemia levou a que fosse necessário «fazer qualquer coisa».

Segundo o comunicado da Administração Regional de Saúde (ARS) de domingo, havia, à altura, «816 casos confirmados ativos de Covid-19», nestes concelhos, com uma taxa de incidência a 14 dias (casos por 100.000 habitantes) de 583 para Albufeira, 329 para Faro, 448 para Loulé, 403 para Olhão e 326 para São Brás de Alportel».

Ainda assim, a medida já mereceu críticas da parte das associações de pais, nomeadamente por ter sido comunicada a um domingo.

 

 

 



Comentários

pub