Loulé relança serviço de apoio ao estudo

Serviço regressou ao mesmo tempo que o ensino à distância

A Câmara de Loulé relançou o seu serviço de apoio ao estudo ontem, segunda-feira, o dia em que o ensino à distância arrancou.

«Esta é uma iniciativa cujo objetivo é disponibilizar ferramentas pedagógicas, facilitando o acesso aos meios digitais (computador e internet) aos alunos que deles necessitem, apesar das medidas de apoio já implementadas, nomeadamente, a oferta de 750 tablets com acesso à internet a todos os agrupamentos do concelho», segundo a Câmara de Loulé.

Esta é já uma reedição deste apoio, que já tinha sido ativado durante o primeiro confinamento, em que as escolas também estiveram encerradas e as atividades letivas a funcionar apenas online.

«Este serviço funcionará sempre em sessões agendadas mediante marcação prévia através da Linha Educação Solidária, em diversos pontos do concelho: Polos de Alte e Querença, Posto de Turismo de Salir, Polo da Biblioteca de Quarteira, Biblioteca Municipal de Loulé e Loja do Munícipe em Almancil», segundo a Câmara de Loulé.

Esta é uma das iniciativas pensadas pela autarquia louletana para ajudar os alunos do concelho e as suas famílias durante o confinamento e o período de de encerramento das escolas.

A Linha Educação Solidária (966 951 913), «com um serviço de intervenção ao nível da psicologia e psicopedagogia para alunos e famílias, em dias úteis, entre as 09h00 e as 20h00», a «disponibilização de acesso a fotocópias e impressões de fichas para alunos dos escalões A e B, (sempre que as escolas não o possam fazer), através do email departamento.educacao@cm-loule.pt (dias úteis, entre as 09h00 e as 18h00) ou da Linha Educação Solidária» e a «publicação de workshops e propostas de atividades para crianças no Facebook Loulé Jovem» são algumas das medidas implementadas.

 

 



Comentários

pub