Lagoa investe 395 mil euros a melhorar zona da praia de Vale de Centeanes

Intervenção será feita na Urbanização da Algarvesol, com quase meio século de existência

As obras de requalificação do espaço público junto à praia de Vale de Centeanes, Carvoeiro, já arrancaram, anunciou hoje a Câmara de Lagoa. Deverão estar concluídas até ao final do ano corrente.

A obra em curso tem como objetivo «reformular as infraestruturas básicas e requalificar o espaço público da zona de um loteamento que tem já cerca de 50 anos e não conheceu, entretanto, alterações significativas». Foram adjudicadas pelo valor de 396.595,24 euros.

A zona em causa abrange a Urbanização “Algarvesol”, localizada em Vale de Centeanes, e que é uma antecâmara do Percurso dos Sete Vale Suspensos, um dos mais apreciados do conjunto de percursos pedestres do concelho de Lagoa.

Esta empreitada por concurso público, lançado pela Câmara de Lagoa, vai intervir no mesmo espaço onde já antes, em articulação com esta obra, tinha sido melhorada a Iluminação pública e beneficiados os ramais de abastecimento de eletricidade.

Agora é a vez de serem criadas infraestruturas de saneamento básico, com ligação das habitações à rede de esgotos, e de implementar uma rede de drenagem pluvial, até agora feita superficialmente.

 




 

Também vai ser renovada a rede de abastecimento de água que já conta com quase meio século de existência.

O Município de Lagoa pretende, com estas obras de requalificação em Vale de Centeanes, «melhorar o saneamento básico, os espaços exteriores e as vias de comunicação».

Vão também ser repavimentadas as ruas, incluídas novas ilhas ecológicas, criados mais lugares de estacionamento e revistos os sentidos de trânsito.

Facilitar a mobilidade e a prioridade dos peões nesta zona são também objetivos desta obra. Na zona periférica que confronta com as habitações, vai ser construído um passeio destinado aos utentes com mobilidade condicionada, o que implica garantir que a estrada e o passeio fiquem à mesma cota, corrigindo o perfil da via de atravessamento.

A intervenção vai estender-se ao longo de cerca de 8 500 metros quadrados. O procedimento de contratação pública foi iniciado em setembro de 2019 e confirmado pelo Tribunal de Contas em abril de 2020. A obra tem um prazo de execução de 180 dias.

 

 

 

 




Comentários

pub