Câmara e Assembleia Municipal dão voto de louvor à «garra» dos são-brasenses

População mostrou a «sua garra, resistência e enorme capacidade de mobilização solidária»

A Câmara e a Assembleia Municipal de São Brás de Alportel aprovaram, por unanimidade, um voto de louvor à comunidade são-brasense que, «durante este desafiante período de pandemia provocada pela Covid-19, mostrou a sua garra, resistência e a sua enorme capacidade de mobilização solidária».

«O município de São Brás de Alportel é conhecido pelo espírito altruísta e solidário das suas gentes, o que constitui uma enorme mais-valia para o concelho, nas mais diversas áreas. São inúmeros os voluntariosos são-brasenses, assim como as coletividades, empresas e movimento de associativismo formal e informal que, sempre que é necessário, avançam sem medo para ações de solidariedade que muito nos orgulham», lê-se no voto de louvor.

«Esta cidadania ativa em muito contribui para um concelho desenvolvido, justo e inclusivo, que se revela cada vez mais «um passo à frente das necessidades», na procura constante da proteção de todos e da ajuda a quem mais precisa», acrescenta.

O documento foi aprovado pelo executivo municipal a 16 de Abril e depois pelos membros da Assembleia Municipal, a 29 do mesmo mês, onde é enaltecida a forma como a comunidade tentou reforçar a rede de apoio à comunidade e criar soluções engenhosas para problemas criados pela pandemia.

O agradecimento é ainda estendido a todas as empresas e particulares «que têm manifestado a sua solidariedade, mediante doação de bens, serviços e donativos, em prol deste combate contra o vírus, pela vida e pelo futuro da nossa comunidade».

O voto de louvor aprovado também por unanimidade pela Assembleia Municipal são-brasense, a 29 de Abril, estende-se ainda a toda a população que, no geral, colaborou e respeitou o apelo ao isolamento social e acatou as ordens importas pelo Estado de Emergência e as recomendações das Autoridades de Saúde e do Município.

Uma colaboração que o executivo municipal reconhece que foi particularmente exigente no Domingo de Páscoa em que pela primeira vez a Procissão de Aleluia não saiu à rua.

«Sem esta colaboração, a mais poderosa arma de enfrentar este inimigo invisível e mortal, não teríamos, ao momento, os reduzidos números de infeção no concelho, que contudo não nos descansam desta luta que se trava, dia a dia, pela vida de todos», lê-se no voto de louvor que estende um reconhecimento especial a todas e todos os profissionais que desde a primeira hora têm estado a garantir cuidados de saúde, segurança pública e o acesso a bens e serviços essenciais a toda a comunidade, incluindo os cidadãos mais isolados e os que integram os grupos de risco.

O reconhecimento estende-se ainda aos artistas são-brasenses que «generosamente têm partilhado o seu talento em prol do bem-estar da comunidade e a todos os que têm contribuído para a implementação do programa “São Brás Acontece Em Casa” que está a ser disponibilizado a toda a população através das redes sociais do Município».

O voto alude também aos empresários e comerciantes «que acederam ao apelo do município, encerrando temporariamente os seus estabelecimentos, colocando em causa os seus rendimentos, num contributo fundamental para a proteção da vida de todos e a todos os agentes da economia local que nobremente se reinventaram para que nada falte a quem está em casa».

O Município e a Assembleia Municipal «deixam ainda um reconhecimento aos colaboradores do município que de forma empenhada e versátil mantiveram o seu compromisso de serviço à comunidade».

No voto de louvor é apresentado um «justo reconhecimento a todos os membros do Grupo de Trabalho COVID 19 pelo e ao Serviço Municipal de Proteção Civil, pelo incansável esforço e aos restantes elementos da Subcomissão de Proteção Civil, nomeadamente à delegada de Saúde, pelo seu incondicional empenho, à representante da Segurança Social e ao comandante do Posto Territorial da GNR, parceiros primordiais nesta luta pela proteção da nossa população».




Comentários

pub