Venda de paracetamol restrita a uma embalagem por pessoa

Doentes crónicos vão poder aviar fármacos habituais sem receita médica por três meses

Foto: Igor Martins / Global Imagens

A Direção-Geral da Saúde restringe a venda de paracetamol a uma embalagem por pessoa nas farmácias. Os doentes crónicos vão poder aviar fármacos habituais sem receita médica por três meses.

As novas regras foram conhecidas este sábado e constam da norma da Direção-Geral de Saúde (DGS) para as farmácias comunitárias e para os estabelecimentos de medicamentos de venda livre. No documento, determina-se que a “dispensa de medicamentos não sujeitos a receita médica aos utentes” seja racionada, vendendo-se “uma embalagem por substância ativa”. O paracetamol é singularizado pela DGS, que considera este fármaco como primeira opção no tratamento da febre.

 

Leia mais no Jornal de Notícias

Comentários

pub
pub