Regulamento do Campismo da Praia de Faro aprovado pela Assembleia Municipal

Regulamento estipula, entre outras coisas, um período máximo de estadia durante a época alta

Imagem de arquivo

O Parque de Campismo da Praia de Faro tem um novo regulamento, aprovado ontem, dia 5, na Assembleia Municipal farense.

Esta proposta, que já havia sido aprovada em Reunião de Câmara, em Dezembro, estipula, entre outras coisas, que o período de estadia dos utentes, de 1 de Abril a 31 de Outubro, não poderá ser superior a 15 dias seguidos, para «permitir a rotatividade», segundo a Câmara de Faro.

Esta rotatividade, para permitir que o parque seja aproveitado por mais pessoas, é uma das bandeiras da Câmara de Faro desde que decidiu denunciar um acordo de comodato com a Associação de Utentes do Parque de Campismo da Praia de Faro, em Setembro de 2018.

Na altura, a autarquia deu um ano aos utentes do antigo parque de campismo para deixar vago o espaço, tirando de lá as autocaravanas e tendas que estavam permanentemente instaladas, desde há vários anos.

Apesar do tempo que foi dado, os utentes do parque tentaram evitar a saída, poucos dias antes da data limite para sair do parque, o dia 15 de Setembro de 2019. No entanto, a providência cautelar para suspensão da denúncia do acordo de comodato que apresentaram não foi aceite pelo tribunal.

Dias depois, e após o presidente da Câmara de Faro ter endurecido o discurso, o parque foi deixado vago e as obras começaram a 25 de Novembro.

Pouco dias depois, era aprovado o novo regulamento em Reunião de Câmara, o documento que foi ontem submetido e aprovado pela AM.

Além da rotatividade, o regulamento estipula que a receção do Parque de Campismo da Praia de Faro funcionará durante todo o ano, entre 16 de Setembro e 15 de Junho, das 8h00 às 20h00 e, entre 16 de Junho e 15 de Setembro, das 8h30 às 22h30.

O parque tem uma área total de 20.372 metros quadrados e capacidade para 689 pessoas, com 200 lotes destinados ao acampamento/tendas (575 pessoas) e 24 lotes destinados ao caravanismo (114 pessoas).

O PSD de Faro veio, entretanto, a público, congratular o executivo liderado pelo social-democrata Rogério Bacalhau pela aprovação do documento.

«Aprovado o clausulado proposto pelo Presidente da Câmara, podemos dizer que, pela primeira vez na sua história, Faro vai dispor de um parque de campismo aberto a todos, com uma gestão baseada na qualidade das instalações e dos serviços proporcionados e com uma política de rotatividade e respeito pela utilização dos equipamentos públicos», diz o PSD Faro, que salienta «determinação dos autarcas social-democratas» para que este desfecho fosse possível.

Comentários

pub
pub