PSD Portimão vê aprovadas propostas para mobilidade em bicicleta

Proposta aprovada por unanimidade pela Assembleia Municipal de Portimão

Imagem de Arquivo

A Assembleia Municipal de Portimão aprovou por unanimidade uma recomendação do PSD para a criação de um Conselho Consultivo para Mobilidade Municipal e de um plano para a mobilidade em bicicleta.

Os social-democratas, na oposição em Portimão, avançaram com esta proposta tendo em conta que atualmente, na Europa, a bicicleta «é o centro das políticas de mobilidade urbana e um forte ativo de política sustentável de âmbito ambiental e cívico».

«Face a recentes estudos do barómetro europeu de deslocações em bicicleta, assim como registos estatísticos do INE sobre a taxa diária de deslocações locais em bicicleta, considera o PSD de Portimão que o município deverá assumir o compromisso de aumentar em larga escala a utilização de bicicleta como meio de transporte em Portimão que ronda os 0.1%», dizem.

No fundo, explicou Carlos Gouveia Martins, líder da bancada social-democrata e presidente da Comissão Política do PSD/Portimão, pede-se «uma política que seja capaz de alterar a cultura dominante de uso do automóvel individual e que coloque as pessoas e outros modos mais sustentáveis de transporte no foco da mobilidade urbana».

Para contribuir para esse objetivo, «e à semelhança do que já ocorre em Lisboa, Porto e Braga, entende o PSD de Portimão que devem existir medidas de planeamento urbano e participação civil, em registo de conselho consultivo para a Mobilidade, tendo incluído esta medida na proposta de recomendação levada na passada quinta-feira à sessão de Assembleia Municipal».

«O PSD tem vindo a sugerir ao executivo socialista várias medidas alusivas às políticas de mobilidade nestes últimos dois anos, a pensar também no ambiente e na sustentabilidade do município, e esta proposta concreta surge de um trabalho contínuo que queremos ver implementado de forma estruturante numa das maiores Cidades do país que é Portimão», reforçou Carlos Gouveia Martins.

«Temos sido a força política pioneira e mais premente na preocupação sobre acessibilidade e mobilidade, desde questões levantadas a nível nacional sobre a ligação marítima com o Funchal até à recente ameaça de suspensão da ligação aérea com Bragança e, fundamentalmente, ao nível municipal, com várias sugestões de políticas integradas de mobilidade que ainda hoje não existem por falta de vontade política», concluiu.

O PSD/Portimão adiantou, ainda, que já entregou aos serviços da Assembleia Municipal de Portimão uma outra proposta «no sentido de ver aprovado um plano municipal para a mobilidade integrada, inclusiva, intermodal e suave», que será debatida na próxima sessão da AM de Portimão.

Comentários

pub
pub