Precisa de legumes e frutas? Há produtores que os levam até si

In Loco reuniu os responsáveis por diversos programas de promoção da produção e consumo local e revela uma lista de produtores que entregam cabazes de produtos agroalimentares

Quer frutas e legumes frescos, vindos diretamente da horta? Então, pode comprá-los aos produtores locais do Algarve (e não só) que eles os levam à porta de sua casa ou os entregam em mão num local central.

A associação In Loco mobilizou as equipas dos projetos Leader-DLBC, Prove, 100% Local e Prato Certo, todos eles desta associação de desenvolvimento local, para «reunir e disponibilizar a pessoas e organizações todos os contactos da sua bolsa nacional de produtores, cabazes e mercados», naquela que pretende ser uma resposta às limitações causadas pelo combate à epidemia de Covid-19.

De caminho, a associação «contactou diversos produtores do Algarve com disponibilidade para venda direta ao público ou entrega de cabazes agroalimentares em determinados locais dos concelhos do algarve. Trata-se aqui de contribuir para facilitar o acesso à pequena produção, oferecendo uma alternativa à compra de hortofrutícolas nos supermercados», ilustrou a In Loco (veja quais na lista abaixo).

Quem não viver no Algarve, também poderá encontrar informação sobre produtores, sobre cabazes e sobre mercados de todo o país, na base de dados do projeto O Prato Certo da associação algarvia.

«A situação de Pandemia vivida devido ao Covid-19 e o recentemente decretado Estado de Emergência, obrigaram a uma alteração no quotidiano das populações, com implicações a vários níveis. Com o encerramento ou limitação horária do comércio, mercados e feiras, muitos(as) produtores(as) agrícolas da região viram-se a braços com a necessidade de escoamento da sua produção», enquadrou a associação.

«Por outro lado, a necessidade de isolamento social e proteção individual para efeitos de contenção da propagação do vírus, limitou a liberdade de circulação dos cidadãos e alterou as condições de acesso a produtos e serviços», acrescentou.

 

 

Isto levou a In Loco a lançar esta iniciativa, que no Algarve conta «com o apoio e a mobilização direta dos produtores e das produtoras da região e implica duas ações de fomento a circuitos curtos alimentares».

Desde logo, a «reativação da distribuição de cabazes agrícolas. Os mesmos estão agora a ser vendidos em Albufeira, Olhão, Portimão, Lagos, São Brás de Alportel e Silves. O consumidor pode adquirir cabazes pequenos ou grandes de produtos da época ou biológicos por quantias que rondam entre os 6 e os 20 euros».

Por outro, será feita a «divulgação de uma bolsa de produtores no centro do Algarve. Para reforçar a resposta dos cabazes, alargando-a a outros concelhos, estão a ser disponibilizados contactos de produtores(as) de Albufeira, Faro, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira, para que o consumidor possa adquirir legumes e frutas junto do agricultor, sem intermediários».

 

Cabazes Agrícolas no Algarve:

Em São Brás de Alportel:

Cabaz da época: Pequeno [4-5 kg] – 6,00€ | Grande [8-9 kg] – 12,00€

Contactar: Cláudia Barros (961 462 004 | tractorista@clix.pt)

Entrega: 4ª feira, 17-18h (na vila, junto à Associação In Loco)

 

Em Albufeira e Silves:

Cabaz 100% bio: Pequeno [4-5 kg] – 15,00€ | Grande [8-9 KG] – 20,00€

Contactar: Carla Dias (através da página www.hortadatorre.com)

Entrega: 5ª feira, 16h, Albufeira (na cidade, parque de estacionamento MFA 2)

6ª feira, 16h, Silves (na exploração agrícola Horta da Torre)

 

Em Olhão:

Cabaz da Época: Pequeno [4-5 kg] – 6,00€ | Grande [8-9 kg] – 12,00€

Contactar: Cooperativa Agrícola Esperança de Moncarapacho (919 224 672)

Entrega: 5ª feira, 15h-18h (na Cooperativa Agrícola Esperança de Moncarapacho)
Disponíveis para efetuar entregas em Quelfes e Olhão.

 

Em Lagos e Portimão:

Cabaz 100% bio: Pequeno [4-5 kg] – 15,00€ | Grande [8-9 KG] – 20,00€

Contactar: Fátima Torres (916 704 894)

Entrega: 4ª feira, 16h, Portimão (em local a agendar com a responsável)

5 e 6ª feira, Lagos (em local e hora a agendar com a responsável)

 

Produtores Locais no Algarve:

Entregas no concelho de Loulé:

Produtos da época:
Carlos Faísca, de Querença (918 732 723)
Telma Martins, de Salir (918 229 216)
João Cabrita, de Alte (919 445 816)
Maria Clara Pires, de Quarteira e da Tôr (961 361 253)
Luis Coelho, de Salir (hortadojavali@gmail.com)

Produtos biológicos:
Dora Lopes, de Loulé (965 830 006)
Paula Pedro, de Moncarapacho (919 014 522)

 

Entregas no concelho de Faro:

Produtos da época:
Nuno e João Gonçalves, de Faro (914 705 898)

 

Entregas no concelho de Tavira:

Produtos da época:
Patrícia Dores, de Vila Real de Sto. António (964 993 789)
Linda Sebastião da Saúde – Horta Fresca, de Tavira (965 586 623)

Produtos biológicos:
Maria Flaminga, de Tavira (912 861 246)
Ângela Rosa, Orgânica Shanti, de Conceição de Tavira,(969 374 328) email: gaiamelodica@gmail.com

 

Entregas no concelho de Albufeira:

Produtos da época:
Dina Guerreiro e Luis, de Paderne (967 598 042 | quintadofuncho@sapo.pt)
José Aleluia, de Albufeira (961 410 823 – só entrega no Mercado dos Caliços, em Albufeira)

Produtos biológicos:
Carlos Cabrita, de Paderne (912 246 868 | bio-paderne@gmail.com)

 

Entregas no concelho de São Brás de Alportel:

Produtos da época:
Andreia Martins (964 333 279)
Ângela Martins (968 983 892)

Produtos Biológicos:
Paulo Belchior (914 440 065 | quintinhadasu@gmail.com)

A In Loco «é apenas facilitadora neste processo, estando a gestão da produção disponível e das encomendas a ser realizada pelos produtores e produtoras aderentes».

 

Fotos: Associação In Loco

Ajude-nos a fazer o Sul Informação!
Contribua com o seu donativo, para que possamos continuar a fazer o seu jornal!

Clique aqui para apoiar-nos (Paypal)
Ou use o nosso IBAN PT50 0018 0003 38929600020 44

Comentários

pub