Olhão encerra atendimento ao público e implementa teletrabalho

«Estas medidas serão avaliadas de acordo com o desenrolar da situação e de acordo com as orientações emanadas pela Direção-Geral da Saúde e pelo Governo», conclui a Câmara de Olhão

Olhão decidiu, esta quinta-feira, 19 de Março, encerrar os serviços de atendimento ao público e mandar para casa, durante 15 dias, os funcionários que não garantam serviços essenciais. As medidas surgem no seguimento da declaração do Estado de Emergência devido à pandemia do novo coronavírus.

Executivo, chefias e representantes de empresas municipais tiveram uma reunião hoje, às 8h00, onde decidiram tomar estas medidas.

«Assim, foi decidido que, à exceção dos funcionários que garantem serviços essenciais, todos serão enviados para suas casas por um período de 15 dias, no sentido de se colocarem a si e às suas famílias em isolamento profilático e, ao mesmo tempo, não constituírem veículo de transmissão ao resto da população», explica a Câmara de Olhão.

«Esta decisão não coloca em causa a conservação integral dos vencimentos dos funcionários municipais, que se manterão em regime de teletrabalho e constituirão uma retaguarda importantíssima, podendo, a qualquer momento, ser chamados a desempenhar funções diferentes das suas habituais, em função das necessidades», diz a autarquia.

«Fica, assim, garantida a manutenção da prestação dos serviços mínimos essenciais ao funcionamento da comunidade».

No que diz respeito à Ambiolhão, os serviços estão a ser reorganizados para precaver uma «eventual situação de doença dos funcionários afetos à recolha de resíduos, de forma a garantir que a recolha do lixo se encontra assegurada ao longo deste período».

Os serviços de atendimento ao público, quer da autarquia, quer das empresas municipais, que decorriam até agora com restrições, serão encerrados, mantendo-se, no entanto, o atendimento via telefone e correio eletrónico.

Estas medidas vêm-se juntar a outras já tomadas pela Câmara de Olhão como o encerramento ao público das Piscinas Municipais, Pavilhões Municipais, pavilhões das escolas, Estádio Municipal, Museu Municipal, Biblioteca Municipal, Casa da Juventude, Auditório Municipal, Arquivo Municipal e Chalet Dr. João Lúcio.

Também foram cancelados os mercados de rua em todo o concelho e todas as atividades e reuniões, bem como dos transportes escolares, fora do concelho.

«Estas medidas serão avaliadas de acordo com o desenrolar da situação e de acordo com as orientações emanadas pela Direção-Geral da Saúde e pelo Governo», conclui a Câmara de Olhão.

Comentários

pub
pub