Mestre ferreiro espanhol conta em Querença como revitalizou aldeia em Toledo

Ramón Recuero criou uma escola de ferreiros numa aldeia que chegou a estar ao abandono

Ramón Recuero, um mestre ferreiro e Youtuber espanhol, que ajudou, com a sua ação, a revitalizar uma aldeia de Toledo, será o convidado de mais uma Conversa QRIATIVA, que decorrerá na quinta-feira, dia 5, na Casa do Povo de Querença, entre as 18h00 e as 20h00.

Este é o segundo evento de um ciclo de cinco “Conversas Qriativas” da QRIAR- Incubadora Criativa do Algarve, que vai decorrer ao longo do ano de 2020. A sessão é aberta a todos e gratuita e os interessados poderão fazer a sua inscrição no site da cooperativa QRER, que dinamiza a iniciativa.

Ramón Recuer, «um mestre ferreiro com 45 anos de experiência na arte da forja», é o responsável pela Escuela de Herreros da aldeia de San Antonio, perto de Toledo (Espanha), e «concentra em si um vasto conhecimento das várias técnicas deste oficio e do seu ensino», descreve a QRER.

«Abriu a sua casa-oficina na aldeia de San Antonio, um local que antes da sua chegada se encontrava abandonado, mas que o seu trabalho promovido através da rede social Youtube levou ao despertar de um súbito interesse por parte de uma nova geração desejosa de aprender esta arte. Em 2014, fundou a Escola de Ferreiros, que hoje recebe dezenas de alunos de diferentes partes do mundo, e dessa forma veio dar resposta ao reconhecimento internacional do trabalho ali realizado e que permitiu a recuperação de uma aldeia à beira do despovoamento», acrescenta a cooperativa.

Esta será, assim, «uma conversa dedicada ao tema das artes e ofícios em espaço rural, para a qual a organização deseja estimular um debate enriquecedor no âmbito dos desafios e oportunidades que o interior da região do Algarve apresenta neste momento para contrariar o processo natural de desertificação que se está a observar nos últimos anos».

A QRIAR integra-se no projeto Magallanes_ICC, uma rede de cooperação transfronteiriça entre Espanha e Portugal, dedicada à economia criativa, co-financiada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional FEDER, no âmbito do programa Interreg V A España – Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Conta também com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, da Câmara Municipal de Alcoutim, União de Freguesias de Querença, Tôr e Benafim e da Escola Profissional Cândido Guerreiro.

Comentários

pub
pub