Há mais um caso de Covid-19 em Loulé, Faro e Portimão têm a maioria

Boletim interno da Delegada Regional de Saúde divulgado nas redes sociais

Há mais um caso confirmado de infeção por Covid-19 no concelho de Loulé. O boletim interno elaborado pela Delegada de Saúde Regional, que é enviado, todos os dias, às 16 Câmaras Municipais algarvias, acaba de ser publicado no Facebook e no Instagram da Câmara de Silves. O Sul Informação já confirmou que se trata de um documento verdadeiro, embora para circulação interna.

Só que, a partir de hoje, pelo menos as Câmaras de Portimão e a de Silves, fartas da falta de informação concreta por parte das autoridades de saúde, decidiram passar a tornar públicos os dados deste boletim interno, que, no fundo, complementa com detalhes, a informação todos os dias divulgada, a nível nacional, pela Direção Geral de Saúde.

A Câmara de Silves divulgou a informação regional recorrendo à publicação do boletim interno da Delegada Regional de Saúde nas redes sociais, salientando: «disponibilizamos o Relatório de Situação Diária do COVID 19, nas nossas redes sociais. Procuramos mantê-lo sempre informado».

 

 

Por seu lado, a Câmara de Portimão criou uma página na internet, acessível a toda a população e também divulgada nas redes sociais, com os dados do seu concelho.

 

 

Entretanto, ao que o Sul Informação apurou junto de Vítor Aleixo, presidente da Câmara de Loulé, o novo caso no seu concelho refere-se a um idoso residente na freguesia de Boliqueime.

Tal como o nosso jornal já tinha noticiado esta manhã, depois de contacto com os presidentes de Câmara de Lagoa, Faro e Portimão, hoje também foram identificados novos casos nestes municípios.

Segundo o boletim da Delegada Regional de Saúde, havia, até às 9h00 desta quinta-feira, dia 19, 25 casos confirmados de Covid-19 no Algarve: 9 em Faro, 7 em Portimão, 3 em Albufeira, 2 em Silves, 2 em Lagoa e 2 em Loulé.

 

 

A aguardar resultados laboratoriais, estavam 25 pessoas. Há 16 doentes internados nos hospitais do Algarve, dos quais 4 nos Cuidados Intensivos, mas nenhum deles em estado crítico. Também já houve 2 altas.

Em contacto de vigilância, estão 579 pessoas, na sua maioria de concelhos abrangidos pelo Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Barlavento (414), seguindo-se o ACES Central (150) e o ACES do Sotavento (15).

Deste total, 15 são homens e 10 são mulheres. A faixa etária com mais casos é a dos 20 aos 29 anos (6), seguindo-se a faixa dos 50 aos 59 anos (5). As faixas dos 40 aos 49 anos e dos 60 aos 69 têm, cada uma, 3 casos. Há dois casos nas faixas etárias dos 10 aos 19 anos, dos 30 aos 39 anos e de quem tem mais de 80 anos. Há ainda 1 caso na faixa dos 70 aos 79 anos.

Já que a Direção-Geral de Saúde, no seu boletim diário, apenas divulga os números por regiões, o Sul Informação já tinha andado esta tarde, como o tem feito desde que surgiu o primeiro caso na região, a bater a todas as portas, ou seja, a falar com os presidentes de Câmara, para tentar fazer um ponto da situação rigoroso. O que então se apurou pode ser lido neste link. Um dos casos referidos nesta notícia só foi conhecido hoje – o do avô do estudante de Portimão – pelo que só deve constar do boletim de amanhã, sexta-feira.

Comentários

pub
pub