Há cinco arguidos na operação “Empório” de Albufeira

Suspeitas envolvem a Câmara de Albufeira

A operação “Empório”, que investiga práticas de corrupção, fraude fiscal, prevaricação e abuso de poder, envolvendo a Câmara de Albufeira, já tem cinco arguidos, acaba de anunciar a Polícia Judiciária (PJ). 

As autoridades estiveram esta quinta-feira, 4 de Março, a realizar buscas domiciliárias e não domiciliárias, na Câmara de Albufeira, em duas sociedades em Lisboa e Leiria, bem como num escritório de advogado.

As diligências foram «presididas por um Juiz de Instrução Criminal e três Procuradores da Republica, participando 40 investigadores e peritos da Polícia Judiciária», conta a PJ.

«Em causa estão suspeitas de crimes de corrupção passiva e ativa, participação económica em negócio, fraude fiscal, prevaricação e abuso de poder», explica.

Depois de constituídos os cinco arguidos, vai continuar a «investigação para determinação de todas as condutas criminosas, benefícios ilícitos, respetivos agentes e outros comparticipantes».

Comentários

pub
pub