Duas unidades hoteleiras de VRSA disponíveis para acolher profissionais de saúde

A ideia é que estes profissionais, que estão a trabalhar no exterior, possam evitar dormir em casa, evitando o contágio de familiares com a Covid-19

Hotel Apolo – Foto: Booking

O Hotel Apolo e a “Casa de Cacela”, duas unidades hoteleiras do concelho de Vila Real de Santo António, vão oferecer alojamento gratuito a profissionais de saúde, forças de segurança e bombeiros devido à pandemia do novo coronavírus. Esta foi umas novidades saídas de uma reunião tida esta quinta-feira, 19 de Março, pela Comissão de Proteção Civil de VRSA.

A ideia é que estes profissionais, que estão a trabalhar no exterior, possam evitar dormir em casa, evitando o contágio de familiares com a Covid-19.

A reunião, tida nos Paços do Concelho, serviu para realizar um balanço das ações tomadas até ao momento e para avaliar as estratégias a aplicar durante os próximos 15 dias, agora que foi decretado o Estado de Emergência Nacional.

A autarquia já entrou em contacto com diversas superfícies comerciais do concelho para avaliar a possibilidade de ser reservado um horário específico e exclusivo para os profissionais de saúde, forças de segurança e bombeiros.

Com o objetivo de avaliar o impacto do Coronavírus nas unidades hoteleiras do concelho, a Câmara Municipal de VRSA está também a contactar os empresários do setor e a fazer um ponto de situação sobre o número de hóspedes ainda alojados e sobre as medidas preventivas e económicas que as unidades irão adotar nas próximas semanas.

Entretanto, as 16 Câmaras Municipais do Algarve transferiram para o Centro Académico de Investigação e Formação Biomédica do Algarve uma verba no valor de cerca de 1,3 milhões de euros para a aquisição de equipamentos e materiais necessários às unidades hospitalares da região no combate à Covid-19.

Fazem parte desta lista 30 ventiladores invasivos, termómetros e material de proteção individual, como máscaras, luvas e fatos.

Comentários

pub
pub