Covid-19: Há 1142 ventiladores em Portugal

Número foi avançado no briefing desta manhã

Há 1142 ventiladores em Portugal. O número foi agora mesmo avançado por António Lacerda, secretário de Estado da Saúde, no briefing diário, onde também participou Graça Freitas, diretora Geral de Saúde.

Destes ventiladores, segundo o governante, 528 estão nos cuidados intensivos, 480 em blocos operatórios e há mais 134 «como capacidade de expansão».

António Lacerda acrescenta que ainda «há mais 250 ventiladores no setor privado» e «está a ser articulado com o Ministério da Defesa a utilização de equipamentos do exército».

No que diz respeito ao material de proteção individual, o secretário de Estado diz que «estamos a gerir os meios da melhor maneira possível e estamos a ir ao mercado para ir buscar a aquisição de materiais. Vão ser distribuídos mais de 2 milhões de máscara esta semana e 150 mil equipamentos de proteção individual».

António Lacerda Sales especificou também que dos 448 infetados em Portugal, confirmados pelo boletim epidemológico da DGS, 30 são profissionais de saúde, 18 dos quais médicos.

O governante relembrou que estamos numa fase de «aceleração do contágio» e apelou «ao reforço da responsabilidade individual e coletiva».

Neste sentido, o secretário de Estado revelou que já foram recebidos pedidos para a contratação de cerca de 450 profissionais de saúde de várias classes, reafirmando que vai ser facilitada a sua contratação.

«Há 1800 médicos e 1000 enfermeiros para reforçar o Serviço Nacional de Saúde», acrescentou.

Já Graça Freitas, diretora geral de Saúde, não confirmou o caso confirmado na Madeira avançado por Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional, uma vez que ainda é aguardada uma contra-análise.

Em relação à mulher grávida que está contaminada com Covid-19, e que deu à luz, Graça Freitas disse que a assistência ao parto «foi a ideal» e «esperamos que a criança não nasça infetada».

Ainda assim, «o caso terá de ser acompanhado».

Comentários

pub
pub