Colegas e professores da jovem infetada com Covid-19 em Portimão ficam em isolamento

Autoridades de saúde vão contactar alunos e funcionários que lidaram com a jovem infetada

Os colegas da jovem de Portimão hoje diagnosticada com Covid-19, bem como todos os elementos da comunidade escolar que tenham estado em contacto com ela, «poderão ter de ficar em isolamento social durante 14 dias nas suas residências», revelou a Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes numa nota informativa interna, publicada no site do agrupamento escolar.

«Toda a comunidade educativa que possa ter tido contacto com a aluna deve ter particular atenção ao aparecimento de sinais e sintomas de infeção respiratória aguda, como febre, tosse ou dificuldade respiratória. Caso surjam quaisquer destes sinais ou sintomas devem ligar ao SNS24 (808 24 24 24)», lê-se na nota de informação à comunidade escolar.

Segundo a Secundária Manuel Teixeira Gomes, estas medidas de prevenção e contenção da doença foram determinadas pelas autoridades de saúde, que também decidiram que a escola teria de encerrar.

Após ter regressado de férias em Itália, com a família, a aluna, ainda sem sintomas, contactou a Linha Saúde 24, «que lhe deu instruções para monitorizar a sua situação clínica e cumprir algumas regras sociais e de higiene pessoal, mas que podia fazer a sua vida normal».

Desta forma, voltou à escola no dia 27 de Fevereiro e «foi diariamente acompanhada pela equipa do SNS24».

Hoje, soube que estava infetada com o novo coronavírus, estando já internada no Hospital D. Estefânia (pediátrico).

Quem está também em Lisboa é a mãe da rapariga, que é professora em Portimão, e que continua a aguardar o resultado do teste que fez, para saber se também contraiu a doença. Além de mãe e filha, também o pai e duas irmãs da jovem estiveram em Itália.

As autoridades de Saúde estão a ponderar o fecho de outras escolas em Portimão, uma vez que a mãe é professora noutro estabelecimento de ensino e as irmãs da jovem doente frequentam escolas diferentes.

 

Leia aqui o comunicado da ESMTG na íntegra:

Comentários

pub
pub