Albufeira: Presidentes da Câmara e Assembleia Municipal arguidos na Operação “Empório”

A autarquia já veio a público dizer que tem «total disponibilidade» para colaborar

José Carlos Rolo, presidente da Câmara de Albufeira, e Paulo Freitas, líder da Assembleia Municipal, são dois dos cinco arguidos da Operação “Empório”, no âmbito da qual a autarquia foi alvo de buscas, esta quinta-feira, 5 de Março. 

A notícia está a ser avançada pela TVI24. Entre os arguidos também está António Colaço, presidente do Futebol Clube Ferreiras, e «duas empresas».

Em causa, nesta operação, estão «suspeitas de crimes de corrupção passiva e ativa, participação económica em negócio, fraude fiscal, prevaricação e abuso de poder», explica a Polícia Judiciária (PJ).

As autoridades estiveram esta quinta-feira, 4 de Março, a realizar buscas domiciliárias e não domiciliárias, na Câmara de Albufeira, em duas sociedades em Lisboa e Leiria, bem como num escritório de advogado.

Uma nota do Ministério Público revela que também houve buscas na sede «de um clube desportivo», o Ferreiras, bem como na Assembleia Municipal. As diligências envolveram 40 investigadores e peritos da Policia Judiciária.

A autarquia já veio a público dizer que tem «total disponibilidade» para colaborar.

Contactada pelo Sul Informação, fonte da Procuradoria-Geral da República disse que as buscas foram feitas «no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) Regional de Évora».

«Nesta investigação, o Ministério Público é coadjuvado pela Polícia Judiciária», acrescentou.

De resto, o inquérito prosseguirá na 1ª secção do DIAP Regional de Évora.

Comentários

pub
pub