Albufeira dá “Resposta Já!” às famílias em dificuldades do concelho

Autarquia lançou programa que visa atender às necessidades urgentes das famílias carenciadas

A Câmara de Albufeira vai dar “Resposta Já!” às dificuldades porque estão a passar algumas das famílias do concelho, devido às medidas de contingência que foram adotadas, no âmbito do combate à Coivd-19.

A autarquia, em parceria com a AHSA – Associação Humanitária de Solidariedade de Albufeira. Através desta iniciativa, lançou o programa “Resposta Já!”, no âmbito do qual «serão sinalizadas e encaminhadas as famílias que apresentem dificuldades imediatas de liquidez, de maneira a que o Município possa acudir em casos relacionados com pagamentos fixos e inadiáveis».

Isto tendo em conta que «em pleno Estado de Emergência Nacional, são muitas as famílias que perdem a liquidez necessária para fazer face aos seus compromissos».

José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, diz que «esta é mais uma medida para mitigar a atual situação de dificuldade social e que pretende ser muito prática no sentido de acudir no imediato à falta de liquidez das famílias».

«Estes apoios são fundamentais, mais ainda quando criados em rede, neste caso com uma Associação com reconhecido trabalho no terreno a este nível, podendo ainda estender-se a outras entidades em função do cenário que formos traçando”», acrescenta o edil albufeirense.

Já Ana Pífaro, vice-presidente da Câmara com o pelouro dos Assuntos Sociais, refere que «este instrumento procura responder no imediato ao nível da aquisição e disponibilização de bens de primeira necessidade, seja alimentação, higiene, ou medicação, mas também no apoio ao pagamento das despesas fixas mensais, relacionadas com água, eletricidade ou gás».

As famílias interessadas em ter acesso ao “Resposta Já!” deverão formalizar o seu pedido através do mail accao.social@cm-albufeira.pt ou no site da Câmara, seguindo este link.

Os pedidos devem ser acompanhados «de documento de identificação de todos os elementos do agregado familiar, documentos comprovativos de eventual situação de desemprego, documentos relativos ao montante das prestações sociais -RSI, Pensão de Invalidez, Pensão de Velhice, entre outros – bem como os últimos dois recibos de vencimento dos elementos do agregado familiar nessa condição».

Mais esclarecimentos podem ser obtidos através dos números 289 599 509 ou 289 598 867.

Comentários

pub