Transporte social e de saúde de Castro Marim passa a ser feito em veículos elétricos

Esta é uma das medidas de descarbonização em que a Câmara de Castro Marim está a apostar

O transporte social e de saúde assegurado pela Câmara de Castro Marim vai passar a ser feito com veículos 100% elétricos.

Estes são, segundo a autarquia, «dois serviços essenciais direcionados à população do interior do concelho e com um impacto enorme na sua qualidade de vida».

No caso do transporte social “Castro Marim Mais Perto”, o serviço «permite que, gratuitamente, a população se desloque para qualquer uma das sedes de freguesia do concelho – Castro Marim, Altura, Azinhal e Odeleite –, acabando por assegurar também acesso aos Centros de Saúde».

Há, ainda, «o transporte diário de utentes ao Hospital de Faro para consultas de especialidade e/ou outros tratamentos», segundo a Câmara de Castro Marim.

Esta aposta em viaturas elétricas para garantir este serviço faz parte de uma estratégia de descarbonização e eficiência energética da autarquia.

«Esta é uma das medidas visíveis que resultam de um estudo sobre os circuitos regulares e soluções de mercado que o município de Castro Marim encetou há dois anos e que é apoiada pelo Fundo Ambiental, no âmbito do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na Administração Pública, que comparticipa em 50% a locação financeira destes veículos elétricos, bem como a aquisição e instalação de um posto de carregamento semirrápido para estes veículos da Câmara Municipal», segundo a autarquia.

«Paralelamente, e sem apoio de qualquer género, a Câmara Municipal de Castro Marim tem em curso um procedimento com vista à aquisição de mais dois veículos 100% elétricos, desta feita de baixa autonomia e destinados aos serviços municipais externos, em particular os de fiscalização, abastecimento de água e tratamento de águas residuais, por serem serviços com horários definidos, rotas limitadas, suscetíveis de coordenar com os tempos de carregamento e autonomias das viaturas desta natureza», acrescentou.

Entretanto, para o público, a vila de Castro Marim, junto à Casa do sal, já tem em funcionamento o primeiro Posto de Carregamento Normal (PCN) e «entrará brevemente em funcionamento um outro, junto ao Mercado de Altura».

«A instalação destes equipamentos foi possível graças a um protocolo celebrado entre a autarquia, a Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) e o Turismo de Portugal, no âmbito de um programa nacional com o qual se pretende dotar todos os concelhos do país com infraestruturas de carregamento elétrico», revelou a Câmara de Castro Marim.

Também no sentido de incentivar a descarbonização, a Câmara está a apostar na construção de redes de ciclovias, «em particular aquela que se configura como um triângulo ciclável entre Vila Real de Santo António, Castro Marim e Altura, cujo primeiro troço vai ser inaugurado ainda este mês e que posteriormente, numa 2ª fase, verá desenvolvido um projeto de iluminação pública, exclusivamente de energia solar».

Comentários

pub
pub