Obras permitem que dois barcos acostem em simultâneo no Porto de Portimão

Obras vão custar 1,9 milhões de euros

O Porto de Cruzeiros de Portimão vai passar a poder receber a acostagem de dois navios em simultâneo na sequência de uma intervenção que já teve início.

Esta obra, que está a ser realizada pela Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) e custará perto de 1,9 milhões de euros, contempla «a construção de dois duques de alba na área afeta ao Porto de Portimão, assim como a remoção de 27 mil metros cúbicos de areia, o que permitirá a amarração de dois navios em simultâneo, fruto de um melhor aproveitamento do espaço disponível», segundo a Câmara de Portimão.

Os trabalhos deverão estar concluídos em Julho.

«O município de Portimão assinala a concretização desta obra, tendo igualmente sido informado pela APS que esta entidade pretende proceder às dragagens do canal de acesso e da bacia de rotação de navios, num investimento previsto de 17,5 milhões de euros. Neste particular, a autarquia foi informada que “o respetivo estudo de impacte ambiental está a ser reavaliado pela Agência Portuguesa do Ambiente, que se deverá pronunciar até Julho próximo”», revelou a autarquia.

«Todas estas intervenções revestem-se de particular importância para o Porto de Cruzeiros de Portimão, que até final do corrente ano tem já confirmadas 54 escalas», concluiu a Câmara de Portimão.

Comentários

pub
pub