Câmara de Lagoa decreta luto municipal pela morte do pintor Manuel Gamboa

Velório é hoje a partir das 17h00 na capela do Convento de S. José, funeral amanhã às 15h00

A Câmara Municipal de Lagoa decretou um dia de luto municipal e aprovou um voto de pesar pelo falecimento do artista plástico lagoense Manuel Gamboa, que morreu ontem, no hospital de Portimão, aos 94 anos.

A proposta foi apresentada pelo presidente Luís Encarnação em reunião extraordinária de Câmara desta manhã de 14 de Fevereiro e aprovada por unanimidade, salienta a autarquia em nota de imprensa.

O luto municipal «foi decretado para o dia de hoje, ou seja, o dia a seguir ao da morte do reconhecido e prestigiado pintor de Lagoa, Manuel Gamboa, que ocorreu a 13 de Fevereiro», acrescenta a nota.

Ao que o Sul Informação apurou, a Câmara Municipal também disponibilizou a capela do Convento de S. José para que aí tenha lugar o velório do malogrado artista, a partir das 17h00 desta sexta-feira. O funeral está marcado para amanhã, sábado, às 15h00.

O executivo municipal de Lagoa afirma partilhar «com todos os lagoenses e os que, fora do concelho, acompanharam o talento e a vida do pintor, a sua consternação pelo desaparecimento desta figura de enorme relevo para o concelho, para a região do Algarve e para o mundo das artes que não conhece fronteiras. O município apresenta sentidos pêsames aos familiares e amigos de Manuel Gamboa».

A autarquia, acrescenta, a finalizar a sua nota, que «para dar o merecido destaque» à vida e obra de Manuel Gamboa, «o Município vem preparando nos últimos dois anos um espaço museológico a denominar “Espaço Gamboa”, que deverá fazer parte do Centro Cultural-Convento de São José».

Comentários

pub
pub