PCP quer saber porque foram suprimidos 31 comboios na Linha do Algarve em Dezembro

Deputados comunistas enviaram pergunta ao ministro do Ambiente e da Ação Climática

O PCP quer saber que medidas vai o Governo tomar para evitar as supressões de comboios da Linha do Algarve depois de, no mês de Dezembro, em três semanas, terem sido suprimidos 31 comboios regionais entre Faro e Vila Real de Santo António e entre Faro e Lagos.

Os deputados João Dias, Paula Santos e Alma Rivera questionaram o ministro do Ambiente e Ação Climática sobre os atrasos e supressões de comboios na Linha do Algarve, lembrando que, em 2017, o PCP questionou, por três vezes, o Governo sobre esta situação.

Nas várias respostas, o Governo em funções na altura reconheceu que os «atrasos e supressões de comboios causam grandes constrangimentos aos utilizadores» e garantiu estar a promover «os maiores esforços na melhoria da qualidade do serviço prestado».

No entanto, segundo os comunistas, «volvidos mais de dois anos, a Linha do Algarve continua a registar um elevadíssimo número de supressão de comboios. De acordo com um levantamento promovido pelo PCP, no último mês de Dezembro, em apenas três semanas, foram suprimidos 31 comboios regionais».

Para os deputados do PCP, «a ocorrência destas supressões de comboios não é alheia a um conjunto de problemas na Linha do Algarve, para os quais o PCP tem vindo a chamar a atenção e que carecem de resolução».

Os comunistas defendem que, «mesmo antes da concretização da eletrificação da Linha do Algarve (cuja conclusão foi anunciada pelo Governo para 2021), podem e devem ser realizadas outras intervenções visando a prestação aos utentes de um serviço de melhor qualidade, designadamente a melhoria do material circulante, garantido a sua fiabilidade e maior comodidade para os utentes».

Nas perguntas enviadas ao gabinete de Matos Fernandes, os deputados do PCP questionam o ministro se confirma as 31 supressões em Dezembro e querem ainda saber quais os motivos concretos que levaram a essas supressões.

Comentários

pub
pub