Emblemático Hotel Guadiana é destaque das Jornadas de História em VRSA

Hotel reabriu há cerca de um ano em VRSA

O emblemático edifício do Hotel Guadiana vai estar em destaque na sessão inaugural da VII edição das Jornadas de História do Baixo Guadiana, esta sexta-feira, 24 de Janeiro, a partir das 10h30, no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes, em Vila Real de Santo António. 

O primeiro encontro de 2020 será dedicado ao Hotel Guadiana, com a apresentação de uma comunicação de Fernando Pessanha e Renato Figueira com o tema «O edifício do Hotel Guadiana: passado presente e futuro». A sessão engloba também uma visita guiada ao Hotel Guadiana, que atualmente se chama Grand House Hotel, a partir das 14h15.

Durante o evento, será também lançado o «Livro de Atas das Jornadas», publicação que engloba todos os conteúdos e documentos apresentados no período 2014-2018.

O emblemático Hotel Guadiana, edifício classificado como Património de Interesse Municipal, marcou o turismo do Sul do país, tendo sido o primeiro hotel construído no Algarve.

A sua existência deve-se ao industrial conserveiro Manuel Ramirez, tendo sido projetado pelo arquiteto de origem suíça Ernesto Korrodi. A sua construção data-se entre 1920 e 1923, manifestando uma transição entre a estética da Arte Nova e a composição clássica.

As Jornadas de História do Baixo Guadiana são organizadas pela Câmara Municipal de Vila Real de Santo António / Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes e contam, entre outros oradores, com a colaboração de investigadores, docentes universitários, técnicos do património, editores, entre outros.

Comentários

pub
pub