DiVaM abre candidaturas para edição que falará sobre Direitos Humanos

«Quais as responsabilidades das entidades culturais naquilo que é o pensamento, o debate e a prática, no âmbito da nossa vida em comum, na nossa região e no mundo?»

Estão abertas, até 29 de Fevereiro, candidaturas para a programação DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos, da Direção Regional de Cultura do Algarve, para o ano de 2020, subordinada ao tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”. 

E porquê este tema?

«Mesmo nas democracias mais consolidadas vemos o reaparecimento de movimentos extremistas, de violência e de incitamento ao ódio, que tendem a bipolarizar as sociedades e a normalizar um discurso que ataca as minorias», explica a Direção Regional de Cultura.

«Quais as responsabilidades das entidades culturais naquilo que é o pensamento, o debate e a prática, no âmbito da nossa vida em comum, na nossa região e no mundo? Como pode o património e a dinamização desse património ajudar a dar resposta às violações de direitos humanos, que acontecem todos os dias e tão perto de nós?», interroga.

Reforçando o propósito iniciado em anos anteriores, «pretende-se continuar a promover os princípios basilares da “Convenção de Faro” com a participação ativa das comunidades envolventes na criação cultural e no debate real e sério sobre questões e problemáticas relevantes e pertinentes na atualidade».

As candidaturas deverão ser enviadas  para o e-mail geral@cultalg.gov.pt, ao cuidado de Drª Raquel Roxo. Para consultar o regulamento, clique aqui.

Comentários

pub
pub