Autarcas querem estudo para nova barragem e central de dessalinização

Iniciativa decorreu no âmbito do Conselho Intermunicipal da AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve

Foto de arquivo

Avançar com estudos para a construção da barragem de Foupana, bem como de uma central de dessalinização. Estes são alguns dos passos a dar pelo «futuro da água na região», defendidos pelos municípios algarvios numa reunião tida hoje, 10 de Janeiro.

Esta iniciativa decorreu no âmbito do Conselho Intermunicipal da AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve.

Neste encontro, foi decidido promover uma reunião da assembleia geral das Águas do Algarve para, entre outros temas, se avançar com os procedimentos necessários para o estudo de impacto ambiental para a construção da barragem de Foupana.

Outra decisão está relacionada com a concretização do estudo de viabilidade técnica, económica e financeira para a construção de uma central de dessalinização.

«Estes passos surgem após os investimentos que os municípios têm feito nesta área e que agora pretendem reforçar, através de um plano mais alargado e que prevê promover a reutilização das águas residuais das várias ETAR’s, a redução de perdas na rede e o desenvolvimento de campanhas de sensibilização junto dos consumidores», diz a AMAL, em nota imprensa.

Este encontro do Conselho Intermunicipal da AMAL decidiu também indicar o nome de Osvaldo Gonçalves para o grupo de trabalho recentemente criado, para as questões relacionadas com a água, e que junta responsáveis ministeriais das pastas da Agricultura, Turismo, municípios e a Agência Portuguesa do Ambiente.

A AMAL conclui dizendo que «foi pioneira ao avançar com a concretização de um conjunto de trabalho que deram origem ao Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas da AMAL (PIAAC-AMAL) e identificou as principais vulnerabilidades climáticas e estratégias a adotar para a região».

Comentários

pub
pub