Antiga Estação Salva-Vidas da Fuzeta está a ser alvo de obras de reabilitação

Objetivo será dar uma nova vida ao edifício

A antiga Estação Salva-Vidas, considerada «um dos ex-libris» da vila da Fuzeta e do concelho de Olhão, e um «marco arquitetónico de valor inestimável», está a ser alvo de uma «intervenção profunda de reabilitação», anunciou hoje a Câmara Municipal de Olhão.

“Num primeiro momento, está a ser feito o levantamento das patologias existentes no edifício para, posteriormente, avançarmos para a elaboração do projeto de requalificação”, revela o presidente da autarquia, António Miguel Pina, para quem “é fundamental preservar uma parte tão importante da memória coletiva de todos nós”.

Apesar de apresentar sinais de degradação, a antiga Estação Salva-Vidas, um edifício do Ministério da Defesa sob a gestão da autarquia, era utilizada até há pouco tempo pelo Clube Naval da Fuzeta.

No sentido de dar lugar aos trabalhos prévios da intervenção, foi necessário assegurar um espaço alternativo para o funcionamento do Grupo Naval, pelo que o Município financiou, em 2019, a aquisição de diversos contentores, que albergam agora os equipamentos da instituição que se encontravam no edifício.

Uma vez concluída a intervenção de reabilitação, António Miguel Pina adianta que “será dada uma nova vida à antiga Estação Salva-Vidas, que terá uma utilização que valorize a sua memória, e que permita que seja visitada pelo público”.

Comentários

pub
pub