4 das 5 melhores equipas do mundo vão disputar Volta ao Algarve

Está quase aí mais uma edição da Algarvia

Tadej Pogacar | Foto: Federação Portuguesa de Ciclismo

Quatro das cinco melhores equipas do ranking mundial de ciclismo vão disputar a 46ª Volta ao Algarve, na estrada de 19 a 23 de Fevereiro. 

Das 24 equipas participantes, 11 são do WorldTour, anunciou a Federação Portuguesa de Ciclismo, numa cerimónia de assinatura dos contratos de patrocínio com a Cofidis, esta terça-feira, 14 de Janeiro.

A corrida, em 2020 promovida à categoria UCI ProSeries, contará com a presença 11 WorldTeams, entre as quais quatro das cinco melhores do ranking mundial: a belga Deceuninck-QuickStep (1.ª), a alemã Bora-hansgrohe (2.ª), a UAE Team Emirates (4.ª) e a cazaquistanesa Astana Pro Team (5.ª).

O lote de coletivos de primeira divisão completa-se com a britânica Team INEOS, a belga Lotto-Soudal, a estadunidense Trek-Segafredo, a francesa Groupama-FDJ, a germânica Team Sunweb, a Israel Start-Up Nation e a polaca CCC Team.

A 46ª Volta ao Algarve Cofidis vai contar ainda com cinco ProTeams, o patamar imediatamente a seguir da hierarquia internacional: as espanholas Caja Rural-Seguros RGA e Fundación-Orbea, as belgas Alpecin-Fenix e Circus-Wanty Gobert e a Uno-X Norwegian Development Team.

O pelotão português estará representado por oito blocos continentais: Aviludo-Louletano, Atum General-Tavira-Maria Nova Lounge Hotel, Efapel, Kelly-InOutBuid-UD Oliveirense, LA Alumínios, Miranda-Mortágua, Rádio Popular-Boavista e W52-FC Porto.

«Se a Volta ao Algarve é um momento apaixonante, pela qualidade do espetáculo desportivo, a Federação Portuguesa de Ciclismo e a Cofidis, através dos protocolos hoje assinados, pretendem trabalhar em conjunto para dinamizar a prática de base, recreativa, desportiva, mas também utilitária», diz a organização.

O programa “O Ciclismo Vai à Escola” é o emblema desta estratégia. Sendo dirigido, essencialmente, às crianças e jovens, especialmente em contexto escolar, é também uma ferramenta para ensinar a pedalar pessoas de todas as faixas etárias.

«Numa altura em que a consciência ambiental exige o recurso crescente à mobilidade ativa sustentável, as iniciativas de “O Ciclismo Vai à Escola” permitem dotar cada vez mais cidadãos das competências necessárias para a mudança de paradigma e para a utilização cada vez mais frequente da bicicleta enquanto meio de transporte».

A Cofidis, além de patrocinar todas as iniciativas deste programa, desafiou os colaboradores e respetivas famílias para receberem formação, ministrada pela Federação Portuguesa de Ciclismo, tendo em mente a criação de novos ciclistas do quotidiano. A primeira ação de formação vai realizar-se no dia 25 de Janeiro, no Complexo Desportivo do Jamor.

O programa “O Ciclismo Vai à Escola” estará presente na partida das três primeiras etapas da Volta ao Algarve, em Portimão, Sagres e Faro, num convite para que as escolas daqueles municípios se associem à competição e levem os alunos a pedalar nas gincanas.

Albufeira, local de partida da quarta etapa, a 22 de Fevereiro, receberá o Passeio da Família, iniciativa de convívio ao alcance de pessoas de todas as condições físicas.

Segundo a Câmara de Albufeira, «o percurso terá uma extensão de 3 quilómetros e será liderado pela equipa feminina 5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ. Recorde-se que na última edição da Volta ao Algarve foi realizado um Passeio Feminino, que contou com a presença de figuras públicas ligadas ao desporto».

Lagoa, onde se realiza o contrarrelógio da quinta e última etapa da Volta ao Algarve, será palco, no dia 23, do Algarve Granfondo Cofidis, evento que juntará largas centenas de participantes, muitos em lazer, mas outros com intuito de superação individual.

«O acordo que hoje assinámos materializa os princípios do ‘novo ciclismo’. Alia o espectáculo. a emoção e o impacto nacional e internacional dos grandes eventos desportivos com a responsabilidade social. É dever de todos nós incrementar a atividade física e educar a mobilidade ativa sustentável e para os estilos de vida saudáveis», afirmou Delmino Pereira, presidente da Federação.

«A nossa missão, enquanto empresa, é melhorar a qualidade de vida das pessoas, por isso, queremos ter um papel ativo e um impacto positivo na sociedade. Este compromisso entre a Cofidis e a Federação Portuguesa de Ciclismo surge, assim, neste contexto e vem reforçar a nossa aposta no ciclismo enquanto modalidade para a promoção da mobilidade. Vamos, por isso, desenvolver iniciativas que contribuam para a promoção de um estilo de vida mais ativo, saudável e sustentável», disse, por sua vez, Sébastien Haquette, diretor geral da Cofidis Portugal.

 

Percurso:

19 de Fevereiro – 1ª Etapa: Portimão – Lagos, 195,6 km

20 de Fevereiro: – 2ª Etapa: Sagres – Fóia (Monchique), 183,9 km

21 de Fevereiro – 3ª Etapa: Faro – Tavira, 201,9 km

22 de Fevereiro – 4ª Etapa: Albufeira – Malhão (Loulé), 169,7 km

23 de Fevereiro – 5ª Etapa: Lagoa – Lagoa, 20,3 km (CRI)

Comentários

pub
pub