Lagoa homenageou padre José Nunes pelos seus 28 anos de «dedicação à comunidade»

Houve missa e almoço de homenagem

O padre José Nunes, que foi pároco de Lagoa durante 28 anos, foi alvo, a 24 de Novembro, de uma homenagem devido à sua «extraordinária dedicação à comunidade lagoense».

À missa celebrada na igreja matriz de Lagoa, seguiu-se um almoço de homenagem no Hotel Tivoli, em Carvoeiro. Associaram-se a esta iniciativa o presidente da Câmara Municipal de Lagoa e respetivo executivo, o presidente da Assembleia Municipal, o presidente da União de freguesias de Lagoa e Carvoeiro, personalidades como o general Rocha Vieira, familiares e amigos do homenageado, membros da comunidade paroquial e lagoense.

O presidente da Câmara Luís Encarnação sublinhou a justeza desta homenagem, na sua alocução. Dirigindo–se ao padre Nunes, agradeceu, em nome dos vários executivos municipais que acompanharam a sua ação e com ele cooperaram ao longo de quase três décadas de sacerdócio. «É também uma pessoa de um enorme altruísmo, e nós na Câmara Municipal de Lagoa sabemos isso muito bem. É uma pessoa de dar; de se dar os outros; de dar para a comunidade», testemunhou ainda o autarca.

Luís Encarnação entregou ao sacerdote uma salva de prata com a inscrição da “homenagem da Câmara ao Padre José Nunes pela sua missão e exemplar dedicação à comunidade Lagoense – 6 de outubro de 1991 a 8 de setembro de 2019”. As datas fixam o período em que decorreu o percurso do sacerdote à frente da Paróquia da Nossa Senhora da Luz, em Lagoa.

A esta intervenção, seguiram-se as dos presidentes da Assembleia Municipal, José Águas da Cruz, e da União de freguesias de Lagoa e Carvoeiro, Joaquim João Paulo, e ainda de um representante da comunidade paroquial, José Matias.

A harpa e o canto de Helena Madeira, bem como a marimba de Vasco Ramalho, pontuaram o evento, que contou com cerca de 280 participantes.

 

 

 

Comentários

pub
pub