Hemeroteca Digital do Algarve vai ser apresentada em Querença

Projeto resulta de uma ideia de Luís Guerreiro e irá disponibilizar os jornais e revistas publicados no Algarve entre 1810 e 1949

A Hemeroteca Digital do Algarve vai ser apresentada publicamente no próximo domingo, 8 de Dezembro, às 15h30, na Fundação Manuel Viegas Guerreiro, em Querença.

A Hemeroteca Digital do Algarve (HDA) resulta de uma ideia de Luís Guerreiro, apresentada a votação no âmbito do Orçamento Participativo de Portugal de 2017 (OPP2017), que pretende reunir, num único ponto de acesso, uma coleção que se encontra fisicamente dispersa por várias bibliotecas, arquivos e museus de Portugal.

Segundo explica a Direção Regional de Cultura, «esta ideia vencedora do OPP2017 foi a mais votada na região algarvia, mobilizando muitos à volta de um projeto (conseguiu reunir 703 votos) e sua concretização irá permitir que todos os que queiram saber mais sobre o Algarve, e não só, tenham a partir de casa acesso a todo este espólio. Foi graças à adesão e à votação de todos que se conseguiu que de ideia se passasse a realidade, que irá agora ser apresentada num espaço também ele ligado a Luís Guerreiro, co-fundador e primeiro presidente desta Fundação».

Sobre a hemeroteca, a Direção Regional de Cultura  realça que esta «irá oferecer o acesso universal aos jornais e revistas produzidos no Algarve a partir de 1810, contando com um sistema que proporciona novas funcionalidades de pesquisa das publicações digitalizadas e dos seus conteúdos».

Numa primeira fase, o utilizador poderá aceder aos números disponíveis para cada publicação, pesquisando por título, autor (diretor ou redator), data e local de edição.

A base de dados encontra-se ainda em fase de carregamento de mais de 400 publicações periódicas, entre elas jornais, revistas, boletins, almanaques, entre outros, editados no Algarve, num total de mais de 200.000 imagens em formato digital.

Numa segunda fase, em desenvolvimento, o utilizador terá ao seu dispor a possibilidade de pesquisar, por palavra ou assunto, no texto integral, logo a partir dos módulos de pesquisa.

Devido ao Código dos Direitos de Autor e dos Direitos Conexos, em 2019, ficam disponíveis os títulos publicados entre 1810 e 1949, sendo os restantes incluídos nos anos seguintes.

No entanto, os leitores podem consultar a totalidade da coleção digital nas instalações físicas da Biblioteca da Universidade do Algarve – António Rosa Mendes, entidade que ficará a gerir esta coleção.

Comentários

pub
pub