Algarve já tem um Digital Innovation Hub

Candidatura da Algarve STP foi aprovada

A Associação Algarve STP (Systems and Technology Partnership) é, desde o final do mês de Novembro, um dos quatro Digital Innovation Hubs (DIHs) reconhecidos em Portugal.

A Algarve STP submeteu a candidatura a Digital Innovaton Hub com o acrónimo de Algarve Smart Destination DIH. A rede europeia dos Digital
Innovation Hubs aprovou a candidatura com a atribuição de “fully operacional”.

Os quatro DIHs operacionais reconhecidos em Portugal estão sediados no Porto (2), em Lisboa (1) e agora um no Algarve.

O Algarve Smart Destination (DIH) é constituído por uma rede informal, que é liderada pela Algarve STP.

Aderiram a esta iniciativa, como parceiros, entidades públicas e privadas, desde a Universidade do Algarve, a Fraunhofer Portugal, a Altice Labs, a associação Algarve Evolution e várias empresas da área tecnologia, com sede no Algarve.

A adesão a esta rede informal está ainda aberta a outras entidades ligadas ao território ou com competências específicas, desde que se enquadrem nos objetivos do DIH.

Os DIHs surgem no seguimento do programa “Digital Single Market Package”, lançado pela União Europeia, em 2016, para estimular investimentos na área da digitalização da economia e para criar condições favoráveis para uma revolução digital.

Um dos eixos fundamentais para a digitalização da indústria europeia inclui o desenvolvimento de atividades colaborativas. E é neste domínio que aparecem os DIHs.

Segundo explica a Algarve STP, os «DIHs são one-stop-shop (ponto de agregação) que contribuem para que as empresas sejam mais competitivas nos processos, nos produtos, nos serviços, utilizando tecnologias digitais. São centros de agregação de competências que disponibilizam um acesso às últimas inovações e que servem de suporte aos respetivos parceiros. Fornecem também serviços, utilizados designadamente para identificar financiamentos para a inovação».

A proximidade ao território é, segundo a associação «o elemento chave, pois estas entidades atuam como primeiro ponto de contacto regional ou porta de entrada para a inovação».

Um DIH é uma cooperação multi-parceiro que inclui varios stakeholders (entidades ligada ao território) desde Universidade, associações industriais, empresas privadas e centro de pesquisa.

Tem ainda ligações com prestadores de serviços fora da região, nos casos em que a competência não está presente no território objeto da sua ação.

O objetivo é, acrescenta a Algarve STP, o de «ajudar as atividades europeias, desde as PME até às empresas maiores, nos respetivos processos de digitalização».

A União Europeia irá financiar os DIHs com 500 milhões de euros nos próximos 5 anos, com fundos que virão do Programa Horizonte 2020.

O programa aponta para ter um DIH em cada região de Europa e favorecer a colaboração entre eles.

A Associação Algarve STP é uma associação privada sem fim lucrativos, que agrega associados públicos e privados.

Atualmente, a Algarve STP conta com a Universidade do Algarve, ANJE, Câmara Municipal de Faro, Câmara Municipal de Loulé, Câmara Municipal de Portimão, Docapesca, e Associação Algarve Evolution como associados, «estando previstas para breve novas adesões».

Esta organização tem como objetivo, entre os outros, o desenvolvimento e consolidação do Ecossistema de Inovação do Algarve, «baseada numa forte parceria estruturada entre associações, entidades e empresas».

Comentários

pub
pub