VRSA substitui 1500 luminárias por tecnologia led

Alteração permitirá poupar dinheiro e o ambiente

1500 novas luminárias led vão ser instaladas pela EDP no concelho de Vila Real de Santo António, uma aposta na modernização da rede de iluminação pública que permitirá «reduzir custos e diminui pegada ecológica do município», segundo a Câmara vila-realense.

Esta intervenção será feita ao abrigo do contrato de concessão que a EDP Distribuição tem com o município de Vila Real de Santo António e consiste na «substituição das antigas luminárias de vapor de mercúrio e sódio da rede de iluminação pública por 1500 luminárias led».

Com esta medida, mais de 20 por cento da iluminação pública do concelho utilizará lâmpadas led. Este plano irá decorrer, gradualmente, até final do ano, em todas as freguesias, podendo prolongar-se durante os primeiros meses de 2020.

As principais localidades onde irão decorrer algumas destas substituições, por escolha da EDP, tendo em consideração o tipo de iluminação atualmente existente, são: Pedra Alva, Nora, Ribeiro do Junco, Beco, Buraco, Monte Fino, Vila Nova de Cacela, Manta Rota, Monte Gordo, Vila Real de santo António, Aldeia Nova, Hortas, Carvoeira e Bornacha.

Para Conceição Cabrita, presidente da Câmara Municipal de VRSA, «o recurso à tecnologia led permitirá aumentar os níveis de eficiência do município e a segurança de pessoas e de bens, diminuindo a fatura energética e as necessidades de manutenção».

Além disso, «proporcionará melhores condições de conforto visual e permitirá aumentar o tempo de vida útil e durabilidade dos sistemas de iluminação, com importantes ganhos em termos de sustentabilidade ambiental».

Estima-se que, até ao final do ano, mais de 20% do parque existente em Portugal Continental seja constituído por luminárias led, contribuindo assim para uma redução da pegada ecológica (em 40,3 mil toneladas por ano) e para uma diminuição do consumo de eletricidade (em 80,1 milhões de kWh/ano).

Comentários

pub
pub