Serpa dedica seis dias a celebrar 5 anos do Cante como Património da Humanidade

Celebração contará com muito Cante, petiscos e vinhos, livros e projetos, debates, exposição temática e entrega de medalhas

O CanteFest, que comemora os cinco anos da elevação do Cante a Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO, vai decorrer de 22 a 27 de Novembro, em Serpa.

A celebração contará com muito Cante, acompanhado por petiscos e vinhos, a apresentação de livros e projetos, debates, exposição temática e entrega de medalhas.

A grande novidade do Cante Fest deste ano é o seu alargamento às localidades do concelho que têm no ativo grupos corais, com a realização de rotas do Cante. A-do-Pinto, Pias, Serpa, Vale de Vargo, Vales Mortos, Vila Nova de São Bento e Vila Verde de Ficalho são as localidades onde o Cante se fará ouvir no sábado, dia 23 de Novembro.

O Centro Histórico de Serpa recebe a já famosa Rota do Cante, cuja primeira edição, em 2018, foi um sucesso. Este ano, a Rota que acontece no domingo, dia 24, contando com a participação de 14 grupos, locais e convidados. Inicia-se no edifício dos Paços do Concelho, passa por vários estabelecimentos comerciais e termina no Espaço Wasabi (Largo Conde de Ficalho).

A abrir as comemorações, na sexta-feira, dia 22, terá lugar a apresentação do “Cancioneiro de Serpa”, na Livraria Férin, em Lisboa, acompanhada pelo Rancho Coral e Etnográfico de Vila Nova de São Bento, grupo que também participa no “Festival Super Bock em Stock”, no mesmo dia, na Casa do Alentejo.

No sábado, 23, as comemorações voltam a Serpa, na Casa do Cante, com a abertura da exposição “Descante”. Com uma organização da associação “Fora da Gaveta”, “Descante” é uma homenagem ao Cante Alentejano para celebrar o 5º aniversário da inscrição desta prática musical na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO.

Contando com a participação de artistas nacionais e internacionais, o “Descante” desafiou-os a desconstruir o Cante Alentejano, através de uma visão diferente do habitual. A exposição inclui documentário, cartoon, gravura, escrita, ilustração, pintura, cerâmica, serigrafia, fotografia, escultura, vídeo, som, música e, claro, cante alentejano.

No dia 25, a Casa do Cante recebe a apresentação do Museu/Centro Interpretativo do Cante, bem como um colóquio sobre Cante, no âmbito da relação entre a tradição e o turismo.

A 26, o mesmo local será palco para a apresentação do relatório do Plano de Salvaguarda do Cante para a UNESCO, e um debate sobre o que mudou ao longo dos cinco anos da classificação como Património da Humanidade.

No último dia das celebrações, 27, às 18h00, o Cineteatro Municipal de Serpa acolhe a cerimónia oficial da comemoração do 5º aniversário da Inscrição do Cante Alentejano na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade, da UNESCO.

Segue-se a entrega de medalhas aos grupos corais signatários da candidatura do Cante Alentejano a Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO.

A noite encerra com um concerto pelos grupos corais do concelho e o pianista Ariel Rodriguez, com direção de Armando Torrão.

 

PROGRAMA

22 de Novembro (sexta-feira), Lisboa

17h00 — Apresentação do Cancioneiro de Serpa e interpretação de Cante, na Livraria Ferin, com a participação do Rancho Coral e Etnográfico de Vila Nova de São Bento

21h00 — Interpretação de Cante pelo Rancho Coral e Etnográfico de Vila Nova de São Bento, integrada no “Festival Super Bock em Stock”, na Casa do Alentejo

 

23 de Novembro (sábado), Concelho de Serpa

10h00-20h00 — Rota do Cante no Concelho (onze grupos do concelho a cantar em Serpa, Vales Mortos, Vila Nova de São Bento, Pias, Vila Verde de Ficalho e Vale de Vargo)

17h00 — Abertura da exposição “Descante”, na Casa do Cante, com interpretação de Cante a cargo do Grupo Coral “Os Ganhões” de Castro Verde

 

24 de Novembro (domingo), Serpa

14h00-20h00 — Rota do Cante no Centro Histórico de Serpa (14 grupos corais, do concelho e convidados). Com início marcado para os Paços do Concelho, com passagem por vários estabelecimentos comerciais, e final no espaço Wasabi.

 

25 de Novembro (segunda-feira), Casa do Cante

18h00 — Apresentação do Museu / Centro Interpretativo do Cante

— Colóquio: Cante, entre a tradição e o turismo

 

26 de Novembro (terça-feira), Casa do Cante

18h00 — Apresentação do relatório do Plano de Salvaguarda do Cante para a UNESCO

— Debate: Cinco anos após inscrição do Cante na UNESCO — o que mudou?

 

27 de Novembro (quarta-feira), Cineteatro Municipal de Serpa

18h00 — Cerimónia oficial da comemoração do 5º aniversário da Inscrição do Cante Alentejano na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade, da UNESCO

— Entrega de medalhas comemorativas aos grupos corais signatários da candidatura do Cante Alentejano a Património Cultural Imaterial da Humanidade, da UNESCO.

— Espetáculo de Cante Alentejano com a participação de grupos corais do concelho de Serpa

Comentários

pub
pub