Posto em Quarteira é presente de Loulé para a centenária Polícia Marítima

Quarteira foi o local escolhido para comemorar os cem anos da Polícia Marítima

Um presente da Câmara de Loulé a chegar, promessas de mais meios humanos e técnicos por parte do Governo e muita pompa e circunstância, como a ocasião pedia. O centenário da Polícia Marítima (PM) foi celebrado oficialmente ontem, domingo, em Quarteira, numa cerimónia em que participou o ministro da Defesa e onde esta força policial deu a conhecer a sua atividade.

A cidade do litoral do concelho de Loulé foi a escolhida para acolher as comemorações oficiais dos cem anos da PM, uma festa que começou na quinta-feira e que teve o seu ponto alto ontem, com uma sessão solene, uma parada militar e demonstração de meios desta força.

E um dos temas que cruzou os diferentes discursos foi o facto de estar perto de renascer o posto da Polícia Marítima de Quarteira, uma obra que já está em curso e será custeada pela Câmara de Loulé.

«Estamos em Quarteira, onde nascerá um novo posto para a PM, já que, entre Portimão e Olhão, onde existem bases desta força, havia uma área bastante desguarnecida. Aproveito para agradecer à Câmara de Loulé pela parceria que permitirá abrir aqui instalações novas no final deste ano ou no início de 2020», revelou João Gomes Cravinho, ministro da Defesa, à margem da cerimónia de ontem.

 

 

Vítor Aleixo, presidente da Câmara de Loulé, cujo executivo se disponibilizou a avançar com os 725 mil euros necessários para a construção destes equipamentos, confirma que as obras deverão estar concluídas «no início do próximo ano», mas não se compromete com datas, pois, «por vezes, as obras sofrem pequenas contrariedades que levam a que não se cumpram, com o rigor de um relógio suíço, os calendários».

Mas, mais mês, menos mês, não há neste momento dúvidas de que em breve se «abrirá uma nova página» na relação entre Loulé e a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

«Há seis moradias em reconstrução para alojar os efetivos da Polícia Marítima que vêm para Quarteira. Há este investimento grande na Estação Salva-Vidas e no posto da PM que nascerá junto ao Porto de Pesca. Há um renovar de interesse por parte das entidades públicas por aquela que é a raiz e a identidade mais profunda desta terra, que são as atividades económicas ligadas ao mar», afirmou Vítor Aleixo.

«Estas comemorações dos cem anos  vêm na sequência de uma excelente colaboração que a Câmara de Loulé estabeleceu com a Autoridade Marítima e que tem vindo a cultivar nos últimos anos. [O facto de se realizarem em Quarteira] Não deixa de ser um reconhecimento por parte da AMN deste esforço de colaboração que a Câmara tem estabelecido», acrescentou.

 

 

Da parte do Governo, chega a garantia de que haverá uma aposta na Polícia Marítima, a nível nacional. «Nós temos um conjunto de ideias que irão fazer parte de uma nova lei orgânica da Polícia Marítima para os tempos mais próximos e vamos evoluindo com o tempo. Há um investimento grande que é preciso fazer, tanto em termos de equipamentos, como de recursos humanos», ilustrou João Gomes Cravinho.

Este segundo aspeto «é o mais importante. Vamos aumentar, gradualmente, os efetivos da PM. Recentemente entraram 38 elementos e foi a primeira vez em dez anos que isso aconteceu. Temos autorização para avançar com a contratação de mais 25 e isso permitirá que esta força se modernize, atualize e rejuvenesça os seus quadros».

Estes meios serão «distribuídos equitativamente pelo território nacional, incluindo as Ilhas».

Nas comemorações do seu centenário, a Polícia Marítima também fez questão de mostrar as suas diferentes valências, quer através de uma exposição estática de meios, quer recorrendo a simulações, que ocorreram no mar, junto à praia de Quarteira, e fizeram as delícias de muitos curiosos, portugueses e estrangeiros.

Agora, ilustrou o vice-almirante Luís Sousa Pereira, comandante-geral da Polícia Marítima, depois das comemorações dos primeiros cem anos, esta força está preparada «para servir os portugueses por outros cem».

 

Fotos: Hugo Rodrigues|Sul Informação

Comentários

pub
pub