Loulé acolhe exposição com peças feitas de lixo retirado da Ria Formosa

Exposição é promovida pela Folha de Medronho

A exposição “Plastique Sense(a)ction”, que junta obras de Sara Mendes Vicente e Mateus Verde feitas de lixo marinho, vai ser inaugurada no dia 2 de Dezembro, às 18h30, na sala de ensaios da associação Folha de Medronho, em Loulé.

Numa primeira fase, a mostra poderá ser vista pelo grande público entre o dia 4 e 14 de Dezembro, às segundas e quartas-feiras (14h00 às 19h30) e aos sábados (10h00 às 14h00). A exposição volta a poder ser visitável, nos mesmos dias da semana e no mesmo horário, entre 4 e 18 de Janeiro.

Os materiais usados na exposição foram extraídos da vasta costa pertencente à Ria Formosa, livrando assim o lindo território do lixo que será usado na construção das peças da exposição. À saída o público poderá deixar um donativo (mínimo de 2 euros), e as verbas resultantes serão na sua totalidade direcionadas para o RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens Ria Formosa – que se responsabiliza diariamente pela sobrevivência das espécies que habitam o espaço que a nossa espécie suja», descreve a Folha de Medronho.

Comentários

pub
pub