Há 200 mil euros para o combate à violência doméstica no Algarve

Gestores do CRESC Algarve 2020 lançaram um convite à Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género

A Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) foi convidada a apresentar uma candidatura aos Fundos da União Europeia do CRESC Algarve 2020, na área da proteção de vítimas e a prevenção e combate à violência doméstica e de género.

A candidatura deve ser apresentada até ao dia 7 de Dezembro de 2019 e o financiamento disponível é de duzentos mil euros, suportados em 80% por verbas provenientes do Fundo Social Europeu (FSE).

Segundo a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, os gestores do Programa Operacional lançaram à CIG o convite “Instrumentos específicos de proteção das vítimas – sistema de teleassistência”, destinado «a reforçar e apoiar a prevenção e o combate à violência de género/doméstica».

Segundo a CCDR algarvia, «a prioridade de investimento é a luta contra todas as formas de discriminação e promoção da igualdade de oportunidades, pretendendo-se em termos concretos apoiar a utilização de meios tecnológicos inovadores que garantam, de forma eficaz, o controlo da medida de afastamento do agressor da vítima, e a segurança das vítimas de violência doméstica, designadamente, através de sistemas de teleassistência».

Comentários

pub
pub