Erasmus+ e Ria Formosa levam alunas de Olhão à Grécia

Alunas do agrupamento de Escolas Dr. Francisco Fernandes Lopes foram à Grécia apresentar estudo sobre a Ria Formosa

Alunos do Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Fernandes Lopes, de Olhão, estiveram uma semana em Argostoli, na ilha de Kefalonia, na Grécia, em mais uma ação de mobilidade do projeto Erasmus+ “Human Impacts @ Coastal Ecosystems”.

Beatriz Barôa, Luana Barbosa e Mariana Teixeira, alunas do 11º ano, estiveram nesta ação, cujo tema central foi “Study of the marine ecosystems of the Ionian Sea”, e apresentaram um estudo feito no âmbito dos serviços de regulação do ecossistema Ria Formosa.

 

 

A viagem serviu, igualmente, para conhecer as riquezas naturais locais, nomeadamente uma espécie de tartarugas que nidifica nesta ilha e é ameaçada pela presença humana, mas também para participar em iniciativas de consciencialização ambiental, como «uma atividade de cidadania ativa reduzindo o impacto humano nas zonas limites do Parque Natural de Livadi, que corresponde à zona húmida de maior importância para o ambiente natural da Kefalonia».

De caminho, as três alunas, bem como os professores Emanuel Bettencourt e Óscar Ribeiro e o diretor do agrupamento Idalécio Nicolau, que as acompanharam, «experienciaram com a cultura grega, seus costumes e gastronomia», segundo o agrupamento olhanense.

Comentários

pub
pub