“Riding a Meteor” contam a história de um meteorito perdido na Fortaleza de Sagres

Concerto será escutado através de headphones wi-fi

O projeto musical “Riding a Meteor” vai atuar na Fortaleza de Sagres, no dia 12 de Outubro, às 19h30, no âmbito do programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos, da Direção Regional de Cultura do Algarve.

«Projeto multidisciplinar onde a música, pontos de luz e conceitos cinematográficos criam ambientes singulares, em “Riding a Meteor” a palavra viagem é a chave», explica a Direção Regional de Cultura.

«Contando a história de um meteorito perdido no vazio galático que, de repente, é atraído por outro corpo celeste, explorando conceitos como as características das várias camadas, texturas, temperaturas e pressões existentes na atmosfera, explorando os pensamentos e sensações do personagem, o público é conduzido à reflexão sobre as suas próprias vivências», acrescenta a entidade.

A Fortaleza de Sagres, o palco, «funcionará como o ponto de união entre o espaço e o espectador, aproximando o universo galáctico, do ser social e humano que somos».

O desenvolvimento conceptual deste espetáculo é de Luís Caracinha, Rui Guerreiro e Mónica Brazuna. Em palco estarão António Barradinhas (voz), Bárbara Santos (violoncelo), Davis Sousa (teclas e sintetizadores), Gabriel Costa (baixo), Ivo Ferreira (guitarra), Luis Caracinha (guitarra e sintetizadores) e Rúben Azevedo (bateria).

O concerto (ao ar livre) será escutado pelo público através de headphones wi-fi, permitindo a mobilidade num raio de 20 metros.

A entrada e participação é gratuita, mas limitada a 100 pessoas, com inscrição e validação obrigatória aqui.

A Direção Regional de Cultura recomenda «a utilização de roupa quente e cómoda, corta-ventos, lanterna e almofada (caso queira sentar-se de forma mais confortável)».

A organização realça que, caso as condições atmosféricas sejam adversas, o concerto será reagendado e a nova data será indicada com o máximo de antecedência possível».

O concerto tem a produção do Club Farense e da Epopeia – Make It Happen e integra o programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – uma iniciativa da Direção Regional de Cultura do Algarve.

Comentários

pub
pub