Orquestra Clássica do Sul estreia novo ciclo em Évora e aposta num ensemble de cordas

OCS terá mês de Novembro bem preenchido

Um novo ciclo em Évora, onde não faltará degustação de vinhos, e concertos do ensemble “Algarve”, em Faro e Tavira, são algumas das novidades da programação da Orquestra Clássica do Sul, em Novembro.

O ensemble de cordas “Algarve” da OCS vai atuar no sábado, dia 2, na Igreja do Carmo de Tavira e volta a tocar em Faro, na Igreja da Misericórdia, no dia 8.

Nos dois concertos “Música Inglesa para Cordas” serão interpretadas músicas de P. Warlock, G. Holst ou E. Elgar, sob a direção do maestro Rui Pinheiro.

No dia 7, uma quinta-feira, às 19h00, a Igreja Matriz de Armação de Pêra recebe o Ciclo de Música de Câmara “Uma Viagem Europeia”, com obras de Mozart, Rossini e Arnold. O mesmo ciclo apresenta “Da Rússia com Amor”, no dia 22, em Lagos, na Igreja de S. Sebastião, às 19h00, e na Igreja de S. Bartolomeu de Messines, no dia 23 de Novembro, às 21h00. A entrada nestes concertos é livre.

No dia 15 de Novembro, vai estrear-se em Évora o ciclo “Notas à Conversa na Igreja de S. Vicente”, num concerto marcado para este templo, às 1900, que terá como tema “Sons do Novo Mundo”.

Neste e nos outros quatro concertos do ciclo, haverá uma degustação de vinhos da Fundação Eugénio de Almeida. O concerto “Sons do Novo Mundo” vai também ser apresentado em Mértola, no evento “Mês da Música” no dia 16, às 21h30. Este programa inclui obras de S. Barber, G. Gershwin e V. Meza.

O mês de Novembro despede-se com os “Concertos de Outono”, dirigidos pelo maestro John Avery e com um solo de trompete de João Moreira, músico da Orquestra Clássica do Sul. Estes concertos acontecem no dia 28 no Auditório Municipal de Almodôvar e no dia 30 na Igreja Matriz de Vila do Bispo, sempre às 21h30.

Comentários

pub
pub