LAC abre as portas para mostrar trabalhos dos “seus” artistas

Iniciativa terá lugar em Janeiro

O LAC – Laboratório de Atividades Criativas, de Lagos, vai desafiar a redescobrir um outro Algarve, a partir da criação artística contemporânea, durante o evento LAC Open Days, que irá decorrer na sede desta associação cultural nos dias 17 e 18 de Janeiro.

Nestes dois dias abertos, o LAC dá a conhecer as atividades desenvolvidas pelos artistas em residência permanente, distribuídos por 20 projetos nas várias disciplinas das artes plásticas e visuais, música e artes performativas.

A programação integra exposições, concertos, apresentações, performances, workshops e aulas abertas. O público é convidado a visitar o atelier de trabalho de cada artista e projeto que desenvolve.

 

 

A programação do LAC Open Days, que integra a programação do “365Algarve”, inclui as iniciativas “Villages Art Experience” e “Street Art Lab”.

No primeiro caso, o LAC promove «roteiros orientados de Arte Pública Contemporânea em comunidades do mundo rural Algarvio, que convidam os participantes a redescobrir um outro Algarve, que normalmente fica à margem dos mapas turísticos convencionados», segundo a associação.

O roteiro tem início em Lagos, na sede da associação, antigo estabelecimento prisional convertido em espaço dedicado às artes, passando depois por Barão de S. João e percorrendo as várias outras localidades até Alte.

Serão cerca de vinte as obras artísticas apresentadas, da autoria dos nove artistas que participaram em 2016, no Projeto Regional “WATT? – Um projecto Artístico para a comunidade”: Xana, Jorge Pereira, Mariana a Miserável, Padure, Susana Gaudêncio, Menau e Tiago Batista.

 

 

Já os “Street Art Lab” são «circuitos orientados de Arte Urbana de Lagos, que dão a conhecer grande parte das obras deixadas por alguns dos artistas mais representativos do atual panorama internacional da arte urbana, que estiveram em Lagos em residências a convite do LAC, e que nos últimos anos transformam a cidade num enorme museu de arte de rua».

«O programa integra também um Atelier de Stencil, orientado pelo Jorge Pereira, artista exímio na utilização do Stencil nas suas obras. Esta atividade criativa inclui todos os materiais e no final o participante fica com o seu trabalho», concluiu o LAC.

Comentários

pub
pub