Jamila Madeira: Prioridade dos deputados do PS algarvios é a saúde

Jamila Madeira realçou «o melhor resultado desde 2005» do PS em legislativas

Prioridade à saúde e «a reconstruir o SNS no Algarve». Esta será a grande bandeira dos cinco deputados do PS eleitos pelo círculo de Faro, garantiu ao Sul Informação Jamila Madeira, que encabeçou a lista dos socialistas no Algarve.

«Nós desenhámos um compromisso regional em que assumimos que a primeira prioridade seria a saúde e continuar a reconstruir o Serviço Nacional de Saúde no Algarve. Essa é uma bandeira que não deixaremos cair, de modo algum», disse.

«Queremos que a região tenha mais médicos, mais enfermeiros, mais profissionais de saúde, o reequipamento das unidades existentes e também o lançamento de tudo o que falta para termos o Hospital Central Universitário do Algarve, pois temos a noção que é muito importante para o agregar de todas estas peças», acrescentou a deputada algarvia, em declarações ao nosso jornal.

Jamila Madeira salientou que o PS «conseguiu ter hoje o melhor resultado nas Legislativas desde 2005 e isso é um reconhecimento do trabalho que fizemos nos últimos quatro anos e da mudança que operámos na sua qualidade de vida. É uma motivação para os próximos quatro anos».

«O desafio, agora, é implementar o compromisso eleitoral a que nos propusemos e levar a bom porto todas essas propostas, dando resposta aos anseios que nos foram transmitidos em todos os cantos do Algarve», acrescentou.

Além da saúde, outra das prioridades é a mobilidade. «Vamos trabalhar no sentido de garantir uma redução cada vez maior das portagens da A22», assegurou Jamila Madeira.

Ao mesmo tempo, os socialistas prometem «apostar numa lógica de mobilidade sustentável. Foi isso que fizemos com os passes sociais a 40 anos. Agora, teremos de trabalhar com os concessionários, para garantir a existência de rotas que de facto façam sentido para os cidadãos do Algarve».

No fundo trata-se de garantir que os algarvios «têm uma resposta de transportes públicos adequada às suas necessidades».

«Também a habitação é um grande desafio para a região, hoje em dia. E este é um problema que se cruza com um dos nossos objetivos, que é o de fixar novos quadros na região, sejam eles médicos, professores e outro tipo de profissionais mais qualificados», considerou, ainda, a deputada socialista.

«Não estamos a falar só de habitação para a população mais carenciada. Estamos a falar de casas para famílias com rendimentos intermédios, para os quais é muito difícil e muito pesado ter casa, comparativamente com outras regiões», acredita.

Apesar deste ser um problema de mercado, Jamila Madeira acredita que se tem «de encontrar mecanismos para o ultrapassar. Contamos já com um conjunto de matéria legislativa produzida, mas queremos que haja um conjunto de iniciativas concretas».

«Desde o primeiro dia, vamos trabalhar para que estes compromissos sejam cumpridos o mais depressa possível», concluiu Jamila Madeira.

Também Jorge Botelho, eleito pela primeira vez como deputado à Assembleia da República depois de mais de uma década como presidente da Câmara de Tavira, aponta as mesmas prioridades e acredita que a vitória conseguida pelo PS «significa que a proposta que tínhamos era a correta para o Algarve».

Agora, admite, começará «uma luta permanente» para conseguir com que as prioridades do Algarve sejam atendidas, algo que está «dependente das condições que o país tem».

«Hoje foi o dia das eleições. Daqui a quatro anos, fazemos contas», diz Jorge Botelho.

Comentários

pub
pub