Frederico Silva vence Tavira Tennis Open

Centenas de pessoas preencheram as bancadas do Clube de Ténis de Tavira

O português Frederico Silva foi, este domingo, o grande vencedor do Tavira Tennis Open, batendo o francês Alexandre Muller.

Na final, o tenista das Caldas da Rainha escolheu responder ao serviço no pre-match meeting com o árbitro espanhol Juan Marco-Periz, e acabou por ser uma escolha acertada, já que conseguiu o break logo a abrir.

Depois, manteve essa hegemonia, liderando sempre os pontos e conseguindo criar desconforto ao francês, jogador muito consistente, mas sem argumentos (pelo menos neste primeiro set) para um Frederico Silva apenas com olhos para o título.

6-2 foi o resultado do primeiro parcial, perante o olhar das centenas de pessoas que preencheram as bancadas do Clube de Ténis de Tavira.

Na segunda partida, a história repetiu-se. Fred começou com um novo break, continuou a jogar de uma forma inacreditável e fechou o encontro por 6-1 ao cabo de 1 hora e 6 minutos.

«Estou muito contente, cumpri o objetivo a que me propus, de vir aqui ganhar o torneio, fui melhorando cada ronda o meu nível e hoje penso ter jogado muito bem», comentou Frederico Silva, que conseguiu 20 importantes pontos para o ranking mundial e levou para casa um cheque no valor de 2950 euros.

Depois do êxito do portuense João Monteiro, em 2018, foi a vez de Frederico Silva manter o título em casa. Nas palavras do presidente da direcão do Clube de Ténis de Tavira, André Madeira, a edição 2020 já está a ser preparada: « Só temos motivos para estar satisfeitos. Corrijimos alguns pontos relativamente ao ano passado e conseguimos ser bem sucedidos, pelo menos é esse o feedback que temos tido de todos os jogadores».

 

Comentários

pub
pub