Conselho Municipal do Turismo de Albufeira discutiu a Oura, Brexit e fim da Thomas Cook

Este é um órgão de coordenação, consulta, concertação e estudo

Albufeira reuniu, pela primeira vez, a 8 de Outubro, o seu Conselho Municipal do Turismo, onde discutiu questões como os problemas na Oura, o Brexit e a falência da Thomas Cook. 

Este é um órgão de coordenação, consulta, concertação e estudo a nível municipal, no domínio das políticas turísticas de âmbito concelhio.

De resto, o Conselho Municipal de Turismo abrange diversas entidades locais e regionais que lidam com esta área tão importante para o concelho de Albufeira.

Na reunião, de mais de três horas, fez-se um balanço do ano turístico entre Janeiro e Setembro. Também se analisou – e discutiu – o momento atual do setor no concelho e na região, com enfoque particular na segurança e nas perspetivas de melhoramento na gestão da via pública.

Temas quentes como as influências do Brexit, num concelho que recebe tantos turistas britânicos, e a falência da Thomas Cook também não passaram ao lado. 

A questão da segurança, ligada fundamentalmente à animação noturna, foi um dos aspetos mais focados. Segundo a Câmara de Albufeira, «foi sublinhada a necessidade de melhorar esta área, nomeadamente com o reforço do policiamento e o estabelecimento de regras mais apertadas pelo setor privado».

Em Albufeira, a zona da Oura, de animação noturna, é, como se sabe, problemática, com vários desacatos quase diários.

Neste sentido, José Carlos Rolo, presidente da Câmara de Albufeira, vincou os diversos projetos que estão agendados, nomeadamente a requalificação do Centro de Albufeira e da zona da Oura, o Plano de Drenagem de Albufeira, que irá continuar a ser implementado, o investimento em diversas vias de comunicação e acessibilidades, bem como o reforço do investimento na recolha e tratamento de resíduos sólidos urbanos.

Ainda nesta área, o autarca anunciou que a autarquia está a preparar a elaboração de um Plano Estratégico para o Turismo, tendo apelado à colaboração dos diversos players presentes no Conselho, para que o documento se possa traduzir num instrumento ao serviço de todos.

José Carlos Rolo sublinhou, por fim, a necessidade de se estabelecer um compromisso entre todos os setores no sentido de haver um trabalho conjunto que melhore o destino e a imagem de Albufeira.

Comentários

pub
pub