Carlão vai falar com alunos da Escola Secundária de Silves

“Livres e Iguais” é o projeto que dará corpo a esta sessão com os estudantes

O músico Carlão (o “Pacmam” da banda Da Weasel) estará na Escola Secundária de Silves, esta terça-feira, dia 8 de Outubro, para falar com os alunos deste estabelecimento de ensino.

A atividade, organizada pela Biblioteca Municipal de Silves, em colaboração com a escola, terá lugar no auditório, a partir das 14h30, e destina-se a alunos do 9º ano e do ensino secundário, havendo uma capacidade máxima de 150 alunos.

“Livres e Iguais” é o projeto que dará corpo a esta sessão com os estudantes, um projeto pedagógico de promoção do Interculturalismo (desenvolvido pela empresa Betweien em parceria com o músico Carlão, com a Associação SOS Racismo e com o Conselho Português para os Refugiados), que tem o propósito de sensibilizar e acabar com qualquer tipo de discriminação fundada na ignorância e no ódio.

Este projeto deu origem a um livro, no qual se abordam questões como o Racismo, a Discriminação Étnica e a Xenofobia, dotando os/as leitores/as do conhecimento e das ferramentas de que necessitam para combater, em si e naqueles que os rodeiam, atitudes e comportamentos discriminatórios.

Também se apresenta algumas ferramentas de reflexão e autoconhecimento, de enquadramento teórico e jurídico e alguns dados estatísticos, para além de três histórias ficcionadas e a letra de três temas musicados pelo Carlão sobre estas temáticas. Este livro será oferecido a todos os 150 alunos participantes na ação.

Esta iniciativa enquadra-se nas atividades previstas no âmbito da oferta educativa para as escolas preparada pela autarquia e no caso particular, a Biblioteca Municipal de Silves, procurando promover não só a leitura, como os valores da solidariedade e do respeito pelo outro pelos quais todos os cidadãos devem pugnar.

Carlão é filho de pais cabo-verdianos, nasceu em Angola e viajou para Portugal no mesmo ano do seu nascimento, 1975.

Entre 1993 e 2009, sob o pseudónimo “Pacman”, foi um dos vocalistas e o principal letrista dos “Da Weasel”.

Após o fim dos “Da Weasel”, em 2010 e 2011, gravou dois discos com a banda trash/hardcore “Os Dias De Raiva” e, logo a seguir, embarcou no projeto “Algodão”.

No final de 2013, entrou em estúdio com Fred Ferreira e Regula, e, sob o seu nome de sempre – Carlão -, gravou o disco “5-30”, que foi editado em 2014 e marcou um regresso a sonoridades mais próximas do Hip-Hop e daquilo que tinha feito com os “Da Weasel”.

Em 2015, Carlão editou um álbum em nome próprio intitulado “Quarenta”. O sucesso do primeiro single “Os Tais”, bastante tocado pelas rádios mais ouvidas do país, tornou-o imediatamente requisitado para uma intensa agenda de concertos.

Em 2016, juntamente com Boss AC, criou o tema-genérico do programa de cariz sociológico “E Se Fosse Consigo”, da autoria de Conceição Lino.

“Agulha No Palheiro” e “Viver Pra Sempre”, os singles lançados em 2017 e a tocar nas rádios nacionais, são os primeiros avanços do seu segundo álbum de originais, a ser editado em 2018.

.

Comentários

pub
pub