Já se pode brindar ao melhor da cultura mediterrânica em Tavira

Este ano, a feira conta com mais expositores

 

As bancas estão montadas, os produtores e artesãos têm tudo a postos e já se sente o cheiro de diferentes iguarias, algumas típicas, outras mais exóticas. A VII edição da Feira da Dieta  Mediterrânica arrancou ontem em Tavira e vai celebrar a gastronomia tradicional, os hábitos culturais e os produtos endógenos de Portugal e de outros países da bacia do Mediterrâneo.

O lançamento oficial do certame teve lugar ontem ao final da tarde e contou com a presença de Maria do Céu Albuquerque, secretária de Estado da Modernização Administrativa. A governante e os representantes das muitas entidades presentes estrearam a feira e não faltaram petiscos para provar e vinho para brindar.

No final, os elementos da comitiva confecionaram o seu próprio jantar, na experiência gastronómica sustentável promovida no âmbito do MedFest, um festival de turismo gastronómico sustentável do qual a associação In Loco é uma das entidades organizadoras, que terminou ontem em Tavira.

«Espero que a feira tenha muitos visitantes. Como já tinha sido revelado, este ano tivemos mais procura de produtores e artesãos e temos mais expositores. A cidade está cheia de turistas. As nossas unidades hoteleiras estão com uma ocupação excelente, praticamente esgotadas. Assim eu espero que esta seja uma feira de grande sucesso», desejou, em entrevista ao Sul Informação, Ana Paula Martins,  presidente interina da Câmara de Tavira.

A Feira da Dieta Mediterrânica pode ser visitada até domingo e conta com um extenso programa, que pode ser descarregado aqui (formato PDF), no qual se incluem concertos da espanhola Silvia Perez Cruz (hoje, dia 6) e da fadista Katia Guerreiro (dia 7), e o espetáculo “Nação Valente”, que juntará Sérgio Godinho, Camané e Manuela Azevedo (dia 8), todos eles a ter lugar às 22h30 na Praça da República.

 

Fotos: Hugo Rodrigues|Sul Informação

Comentários

pub
pub