Silves: Odelouca já tem água canalizada

Obra custou 200 mil euros

O sítio de Odelouca, na freguesia de Silves, já tem água canalizada. As obras de extensão da rede de abastecimento a este local, que custaram 200 mil euros, foram concluídas.

A Câmara de Silves realça que esta foi «uma intervenção de alguma complexidade que obrigou à recolha prévia de numerosos e exigentes pareceres de entidades externas e se debateu com o problema e as consequências de uma conduta instalada há mais de uma década que se manteve inativa».

A autarquia explica que «a intervenção teve início com a execução de oito travessias rodoviárias (passagem de condutas pelas pontes), seguindo-se outros trabalhos como a construção de nove ramais de ligação, a correção de anomalias, a execução de outra travessia sobre canal de rega, a instalação de dois marcos de incêndio, bem como a instalação de sete ventosas e de uma válvula redutora de pressão (VRP) no sentido de controlar o ar das condutas e a pressão, estabilizando o funcionamento do sistema e prevenindo o surgimento de roturas».

Já os trabalhos finais consistiram na colocação em carga das condutas, desinfeção, recolha de análises à água e instalação dos contadores.

Segundo a Câmara de Silves, a obra, que era um «investimento reclamado justamente há largos anos pela população de Odelouca», permite «levar este precioso líquido a numerosas famílias» e enquadra-se «na linha de orientação estratégica do Município», direcionada para a «remodelação, extensão, consolidação, modernização e defesa do sistema público de abastecimento».

Esta linha estratégica pretende ainda «garantir o uso eficiente da água e a elevar os níveis de bem-estar e qualidade de vida das populações, para além da revitalização do interior».

Comentários

pub
pub